Últimas do Mix

Serpentes, escorpiões e aranhas lideram acidentes com animais peçonhentos no AM

 

Fonte: Antonio Lima/ Secom

Manaus – Serpentes, escorpiões e aranhas lideram os casos de acidentes de animais peçonhentos no Amazonas. A Fundação de Vigilância em Saúde do Amazonas – Drª Rosemary Costa Pinto (FVS-RCP) orienta como proceder em casos de picadas provocadas por esses e outros animais com veneno.

Na lista da Fundação, em primeiro lugar estão os casos envolvendo serpentes, com 1.573 ocorrências, seguido do registro de 414 casos envolvendo escorpiões, e aranhas, com 218 casos.

O gerente de Zoonoses do Departamento de Vigilância Ambiental da FVS-RCP, Deugles Cardoso, ressalta que, mensalmente, a Fundação libera lotes de soro antiveneno para atender as necessidades de assistência à saúde das secretarias municipais de Saúde no Amazonas.

“Nós temos cinco tipos de soros antivenenos. Um soro específico para jararaca, surucucu, cobras corais, e outro para escorpião e aranhas. Em todas as unidades, temos nas geladeiras soro antiveneno em quantidade suficiente para conter a intoxicação”, disse.

Além das unidades, o Amazonas conta com 83 pontos de soroterapia. Ainda segundo Deugles, a Fundação está trabalhando em novo projeto para dar assistência em 14 polos básicos de saúde que atuam nos municípios.

“Nessa primeira fase do projeto, são 14 por questões estratégicas, e porque está em teste ainda. Mas a intenção é colocar também para a população indígena, para que eles recebam logo após os acidentes”, explicou.

Conforme a FVS-RCP, para evitar esse tipo de acidente é importante manter práticas que afastem os animais da área residencial. Entre elas estão vedar soleiras de portas, reparar rodapés soltos, colocar telas nas janelas e telar abertura dos ralos, pias ou tanques e aberturas de ventilação, além de manter limpos os quintais.

No caso das pessoas que trabalham em área de floresta, é essencial o uso de equipamentos de proteção, como botas de borracha de cano longo, que evitam 80% dos acidentes.

Em caso de acidentes com animais peçonhentos, o paciente deve procurar a unidade de saúde mais próxima para o atendimento. Em Manaus, os atendimentos são realizados na Fundação de Medicina Tropical Doutor Heitor Vieira Dourado (FMT-HVD).



Nenhum comentário