Últimas do Mix

Operação ‘Natal com Saúde’ termina com trabalho orientativo e apreensão de 1,8 tonelada de alimentos impróprios

Foto – Elienai Souza / Semsa

A Prefeitura de Manaus concluiu, na sexta-feira, 23/12, a operação “Natal com Saúde”, que, durante toda a semana, fiscalizou 32 supermercados em diferentes zonas da cidade, verificando as condições de higiene e acondicionamento dos alimentos vendidos à população, para garantir um Natal com mais tranquilidade e segurança.

A ação, da diretoria de Vigilância Sanitária da Prefeitura de Manaus (Visa Manaus), vinculada à Secretaria Municipal de Saúde (Semsa), resultou em um grande trabalho de orientação sobre boas práticas sanitárias, e na retirada e inutilização de 1.874 quilos (1,8 tonelada) de alimentos em condições impróprias para o consumo humano, prevenindo a ocorrência de doenças relacionadas à ingestão de produtos contaminados.

Ao todo, 13 dos 32 estabelecimentos inspecionados tiveram irregularidades constatadas pela equipe da Gerência de Vigilância de Alimentos (Gevali) da Visa Manaus, responsável pela operação. Pelas irregularidades, os estabelecimentos foram autuados e deverão apresentar defesa, sob pena de responder a Processo Administrativo Sanitário, que pode resultar em multa de 1 a 400 UFMs (Unidades Fiscais do Município), cujo valor unitário atual é de R$ 127,17.

Para o diretor da Visa Manaus, Ewerton Wanderley, a operação é a conclusão de um trabalho orientativo realizado ao longo de todo o ano de 2022. “O trabalho de fiscalização e monitoramento das condições de armazenamento e manipulação dos alimentos vendidos em supermercados é uma constante no serviço prestado pela Visa Manaus à população, e foi assim neste ano também. Mas nós buscamos ir além das fiscalizações, seguindo a determinação do prefeito David Almeida, queremos prevenir, cada vez mais, a incidência de irregularidades, a partir da difusão de conhecimento sobre as boas práticas sanitárias. Com as orientações, feitas tanto aos funcionários e gestores dos estabelecimentos quanto ao público, esperamos criar uma cultura de atenção rigorosa às condições dos alimentos postos à venda, trazendo, consequentemente, mais segurança e saúde a todos”, explicou.

O gerente de Vigilância de Alimentos da Visa Manaus, Ricardo Celestino, lembrou também da operação “Mercado Seguro”, realizada pela Vigilância municipal entre os meses de janeiro e fevereiro de 2022, para difundir noções de segurança sanitária junto a funcionários e gestores dos supermercados. “Nos empenhamos para levar o conhecimento das boas práticas sanitárias a fim de diminuir a ocorrência de alimentos contaminados, das autuações, processos administrativos sanitários e sanções impostas aos supermercados que incorrem em irregularidades. Esperamos, com esse trabalho, ver diminuir cada vez mais, a cada ano, o número de estabelecimentos respondendo por infrações”, concluiu.

Ações

Na segunda-feira, 19/12, os fiscais da Gevali percorreram oito supermercados, nos bairros Parque 10, Parque das Laranjeiras, Flores e Aleixo, na zona Centro-Sul da capital amazonense. Dois estabelecimentos foram autuados por apresentar carne moída e linguiça de frango fora da validade e frangos descongelados. Noventa quilos de alimentos foram apreendidos e inutilizados.

No segundo dia de ação, 20/12, foram inspecionados oito estabelecimentos, nos bairros Cidade Nova, zona Norte, e Ponta Negra, zona Oeste de Manaus. Um supermercado do bairro Cidade Nova registrou 78 quilos de linguiça calabresa fora da temperatura recomendada para conservação, e com a data de validade contendo um prazo maior do que as recomendações do fabricante. Na Ponta Negra, também houve uma ocorrência: quase 84 quilos de frios (queijos, peito de peru e blanquet de peru) estavam fora da validade. O total de apreensões do segundo dia é de 162 quilos.

Na quarta-feira, 21/12, foram visitados oito supermercados, nos bairros Coroado e São José Operário, na zona Leste, Flores, na zona Centro-Sul, e Centro. Em dois locais da zona Leste, foram apreendidos 259 quilos de carnes descongeladas e com a embalagem violada, e também de frios fora da validade. Já no bairro Flores, dois supermercados tiveram 277 quilos de carnes apreendidas por estarem em condições inadequadas de refrigeração, totalizando 536 quilos de produtos descartados.

Na quinta-feira, 22/12, a Visa também inspecionou oito supermercados, desta vez nos bairros Centro e Compensa, zona Oeste de Manaus. Dois supermercados no Centro registraram problemas de validade, armazenamento inadequado e falta de indicação da procedência dos produtos, resultando na apreensão de 183 quilos de carnes e frios. À tarde, um estabelecimento no bairro Compensa teve 843 quilos de produtos apreendidos, entre vários tipos de carnes e frios. Ao todo, o dia registrou 1.026 quilos (1 tonelada) de produtos retirados de circulação e inutilizados.

Na sexta-feira, 23/12, último dia de ação, foram fiscalizados quatro estabelecimentos, nos bairros Nossa Senhora das Graças e Chapada, zona Centro-Sul da cidade. Carnes pré-moídas (prática vedada, que submete o alimento a manipulação e exposição que contribuem para o rápido apodrecimento) e com refrigeração inadequada foram registradas pela equipe em dois supermercados, resultando no recolhimento e descarte de 60 quilos em produtos.

A população pode denunciar irregularidades sanitárias relativas a produtos e serviços por meio da Ouvidoria da Visa Manaus, no número (92) 98842-8481, ou pelo e-mail visamanaus.ouvidoria@gmail.com.

Nenhum comentário