Últimas do Mix

Presidente do TCE-AM realiza entrega de doações ao GACC

Foto: Divulgação
O presidente do Tribunal de Contas do Amazonas (TCE-AM), conselheiro Érico Desterro, realizou, na manhã desta segunda-feira (26), a entrega de kits suplementares para as crianças que integram o Grupo de Apoio à Criança com Câncer do Amazonas (GACC). A doação faz parte de mais uma ação solidária realizada pela Corte de Contas amazonense que, na semana passada, realizou um bazar solidário com fundos revertidos à instituição solidária O Bom Samaritano.

“Para nós é um prazer e uma satisfação muito grande poder ajudar neste trabalho muito bonito feito aqui. Nós conseguimos arrecadar alguns kits de alimentação e hoje estamos entregando ao GACC, espero que ajude bastante esta instituição que faz um trabalho fundamental com inúmeras crianças necessitadas”, destacou o conselheiro-presidente.

Entre os alimentos doados à instituição estão caixas de leite em pó; caixas de arroz e aveia integral; caixas de cereais; caixas contendo suplemento infantil; entre outros.

Conforme a nutricionista da instituição, Barbara Medeiros, os alimentos doados servirão inclusive no tratamento das crianças, já que as sessões de quimioterapia e radioterapia fazem com que o cuidado com a nutrição dos pequenos seja redobrado.

“Queria agradecer a doação de vocês que será muito bem vinda e aceita pelas nossas crianças, que possuem uma situação de vulnerabilidade social grande, e também tem a questão nutricional, elas possuem uma debilidade nutricional grande devido aos tratamentos, já que o procedimento de quimioterapia e radioterapia afetam não somente as células danificadas, mas também com as células saudáveis, isso interfere na questão da absorção de nutrientes e também no ganho de peso das nossas crianças, e esses alimentos ajudarão justamente nesse sentido, portanto a doação será de grande importância para todas as crianças”, explicou.

GACC

O Grupo de Assistência à Criança com Câncer (GACC-AM) atua há mais de 20 anos na prestação de serviço assistencial e social às crianças e adolescentes com câncer, com instituições similares que tenham as seguintes finalidades básicas: colaborar através da promoção do Serviço Assistencial e social, promover e desenvolver ações que visem propiciar melhores condições para a viabilização da cura de tais crianças e adolescentes, bem como para o bem-estar físico e psicossocial delas e de suas respectivas famílias. Promover contatos, intercâmbios, ações e divulgações com entidades públicas e privadas, nacionais ou internacionais que possam contribuir para o alcance de seus objetivos.

Atualmente cerca de 300 crianças em vulnerabilidade social – e algumas vindo do interior do estado – realizam tratamento e acompanhamento especial na instituição. Ao todo, mais de 1 mil crianças fazem parte do cadastro da casa.

Nenhum comentário