Últimas do Mix

VÍDEO: Aquário gigante explode e espalha 1.500 peixes em avenida de Berlim

 

Aquário explodiu durante a madrugada e deixou 1.500 peixes mortos (Reprodução/Redes Sociais)

O vidro do AquaDom, aquário de 16 metros em Berlim, na Alemanha, explodiu durante a madrugada desta sexta-feira (16), espalhando, por uma avenida, mais de 1.500 peixes. A explosão foi tão forte que até sismógrafos da capital registraram as vibrações.

Às 5h43 (2h43 no horário de Brasília), quando o vidro do aquário quebrou, o alarme automático de incêndio disparou. Toda a água e 1.500 peixes caíram em um hall do hotel onde era instalado e chegaram até a rua.

A pressão da explosão quebrou portas e janelas. Ao Bild, um porta-voz do corpo de bombeiros disse que “se um aquário tem qualquer defeito, pode estourar de repente”.

Ainda de acordo com oficial, a equipe de socorristas revisou todo o local do acidente, com cães farejadores, para descartar a possibilidade de ter pessoas sob os escombros.

Segundo a polícia, duas pessoas se feriram com os estilhaços de vidro causados pela explosão.

Depois do acidente, a polícia chegou ao local com metralhadoras, pois não descartavam a hipótese de se tratar de um ataque terrorista. Mas o motivo da explosão, segundo informações do BILD, era o desgaste do material.

Hóspedes relataram que, antes do rompimento, acordaram assustados com um estalo muito alto. “Ouvimos um estalo, então acordamos. Minha esposa disse que algo passou voando pela janela. Eu me levantei e vi que o aquário, que ontem ainda estava de pé e tinha sido limpo por dentro, tinha desabado”, conta.

Um outro hóspede, disse que também ouviu o barulho. “Na madrugada, por volta das 6h, ouvi uma grande explosão, um trovão. Eu nem entendi o que aconteceu. Liguei para minha namorada e fui para o quarto dela. De lá vimos o aquário e toda a destruição. Tudo está inundado de água”, relata.

De acordo com o corpo de bombeiros de Berlim, todos os hóspedes tiveram que deixar o hotel. Eles ficaram em frente ao prédio, com as bagagens, para serem levados de ônibus para outros hotéis da região.

No porão do hotel, há aquários com outros peixes que sobreviveram e devem ser levados para um local seguro.

Aquário gigante

Com 16 metros de altura e 11,5 metros de diâmetro, o AquaDom era o maior aquário autônomo do mundo. Por 19 euros (R$ 107), os visitantes podiam subir no aquário com capacidade de um milhão de litros e ver 1.500 peixes de mais de 100 espécies.

A viagem dura cerca de dez minutos. O AquaDom só foi reaberto no verão depois de três anos de obras avaliadas em 2,6 milhões de euros (cerca de R$ 14.689.000).


Fonte: BHAZ

Nenhum comentário