Últimas do Mix

Prefeitura de Manaus e UEA promovem aula inaugural de especialização com ênfase na ‘Estratégia Saúde da Família’

Foto – Elienai Emanuel / Semsa
A Prefeitura de Manaus promoveu, na manhã desta segunda-feira, 9/1, a aula inaugural da segunda turma do curso de “Especialização em Saúde Pública” com ênfase na Estratégia Saúde da Família, desenvolvido pela Escola de Saúde Pública (Esap) de Manaus em parceria com a Universidade do Estado do Amazonas (UEA).

A atividade foi realizada no auditório da reitoria da UEA, na zona Centro-Sul. O tema da aula inaugural foi “Pandemia de Covid-19 e saúde pública: o que aprendemos?”, ministrada pela professora doutora Maria Paula Gomes Mourão. A titular da Secretaria Municipal de Saúde (Semsa), Shádia Fraxe, participou da abertura do curso, ao lado de representantes da secretaria e da universidade.

“Hoje nós viemos participar da aula inaugural para os novos alunos, desejando as boas-vindas e um ótimo curso, e destacando que é sempre muito importante a profissionalização do trabalhador da saúde para que a gente tenha uma saúde básica de qualidade”, disse Shádia.

A diretora da Esap, Karina Cerquinho, explicou que a capacitação é ofertada no âmbito do Programa Mais Saúde Manaus (Promais), e dispõe de plano de ensino com formação em serviço voltado para a melhoria contínua do processo de trabalho, exigindo envolvimento de profissionais da academia e especialistas do serviço, possibilitando maior integração entre a gestão, ensino, serviço e comunidade.

Ainda de acordo com Karina, a proposta do curso é promover espaços de diálogos e de intercâmbio de saberes na construção de competências profissionais individuais e coletivas necessárias para a produção do cuidado no âmbito do Sul.

O pró-reitor da UEA, Darlisom Ferreira, afirmou que o curso de Especialização em Saúde Pública, com ênfase na Estratégia Saúde da Família, do qual ele é coordenador, é fruto da cooperação técnica entre UEA e Semsa, e essa parceria vem sendo fortalecida desde o “nascimento” da Esap.

“É um curso que tem mais de três mil horas, em que os especializandos ‘mergulham’, ficam totalmente envolvidos com as equipes dos territórios de saúde, com metodologias inovadoras. Nossas expectativas é formarmos profissionais altamente capacitados para atuar nas políticas públicas de saúde, especialmente na rede municipal, e naquilo que vem fortalecer e consolidar nosso Sistema Único de Saúde”, disse.

Foram ofertadas vagas para tutor, preceptores e alunos nas categorias de assistente social, fisioterapeuta, nutricionista, profissional de Educação Física e psicólogo. Houve 494 inscritos, sendo selecionados um tutor, cinco preceptores e 20 alunos para a essa turma, assim como cadastro reserva.

Nenhum comentário