Últimas do Mix

Suzane Von Richthofen é solta após Justiça conceder regime aberto

Suzane von Richthofen deixa a prisão para 'saidinha' temporária de Natal e Ano Novo em 2020 Foto: TV Vanguarda/Reprodução

Presa desde 2002 pelo assassinato de seus pais, Suzane Von Richthofen foi solta nesta quarta-feira (11) após a Justiça conceder progressão ao regime aberto.

A informação foi confirmada ao UOL pela SAP (Secretaria da Administração Penitenciária). Segundo a pasta, a Penitenciária Feminina Santa Maria Eufrásia Pelletier de Tremembé cumpriu a decisão às 17h35 de hoje.

Desde 2017, Suzane tenta na Justiça progredir para o regime aberto —o que conseguiu apenas agora.

Redução da pena. Suzane foi condenada a 39 anos e 6 meses de prisão pelo assassinato dos pais, Marísia e Manfred Von Richthofen, em outubro de 2002.

Depois de 13 anos no regime fechado, ela passou ao semiaberto em 2015 e ganhou o benefícios das "saidinhas" temporárias. 

Antes, a previsão para ela deixar o presídio era em 25 de fevereiro de 2038.

Relembre o caso:

Suzane tinha 18 anos na época e era estudante de direito da PUCSP;

Ela abriu o portão da casa de sua família para que o então namorado e o irmão dele assassinem seus pais;

O engenheiro Manfred e a psiquiatra Marísia foram mortos a pauladas enquanto dormiam;

Daniel Cravinhos, namorado de Suzane, recebeu uma pena de 39 anos e seis meses de prisão. Seu irmão, Cristian, de 38 anos e seis meses de prisão.


*UOL

Nenhum comentário