Últimas do Mix

Vice-governador exonera secretário de Segurança do AM e governo afirma que ato é ilegal


Louismar Bonates, secretário de Segurança Pública do Amazonas (Foto: SSP/Divulgação)

Na noite desta quarta-feira,21, o vice-governador Carlos Almeida Filho (PSDB) assinou o decreto de exoneração do secretário de Segurança Pública, Louismar Bonates. Em nota, o governo do Estado mostrou desconhecimento do ocorrido, e, na manhã desta quinta-feira (22), emitiu uma nota afirmando que "o documento não chegou a ser publicado, por isso não tem validade".  

Em resposta, Carlos Almeida Filho, afirmou que “ilegal” é a viagem de Wilson Lima a Brasília, que não foi comunicada a ele. O vice-governador disse que o documento tem validade, pois ele é o governador em exercício. No lugar de Bonates, Carlos Almeida nomeou o delegado Mário Jumbo Miranda Aufiero.

"Ressalto que todas as medidas criminais e administrativas serão tomadas em relação aos servidores que se opuserem ao cumprimento da ordem de exoneração. Posteriormente, caso Wilson Lima discorde de minha decisão, mesmo diante de todas as denúncias envolvendo o nome do secretário, o governador poderá reconduzi-lo ao cargo assim que retornar de viagem.”, afirmou em nota, Carlos Almeida.

Mesmo após a polêmica, o ato com a demissão de Bonates não chegou a ser publicado em versão impressa no DOE (Diário Oficial do Estado).

Confira a nota de esclarecimento do Governo do Amazonas na íntegra:

O Governo do Amazonas esclarece que, na madrugada desta quinta-feira, o vice-governador, Carlos Almeida, e um funcionário comissionado da Casa Civil, de forma ilegal, criaram um documento exonerando um secretário de Estado, sem conhecimento do chefe da Casa Civil e do governador.

O documento não chegou a ser publicado, por isso não tem validade e efeito. Mas o ato gravíssimo tem o objetivo de causar instabilidade e danos ao Governo. Diante disso, o servidor será exonerado, teve as senhas de acesso a sistema de governo canceladas e foi proibido de entrar na Casa Civil. O caso foi encaminhado à policia, que tomará todas as providências para responsabilizar os envolvidos nesse ato criminoso.


Nenhum comentário