Últimas do Mix

Após um ano, Ricardo Nicolau volta a pedir reabertura de pronto-socorro do Delphina Aziz

Foto: Divulgação

O deputado estadual Ricardo Nicolau (PSD) reiterou nesta quinta-feira, 12, sua solicitação ao governo do Estado pela reabertura do pronto-socorro do hospital Delphina Aziz, localizado na zona Norte de Manaus. O parlamentar, que já havia encaminhado o mesmo pedido em agosto do ano passado, inspecionou a unidade e constatou que o ambulatório para consultas médicas também continua fechado ao público.

Para Ricardo Nicolau, o hospital apresenta as condições necessárias para reabrir seus setores ao atendimento de casos não-Covid, levando em consideração a redução das taxas de ocupação de leitos por Covid no Amazonas. O deputado defende que a estrutura da unidade, atualmente subutilizada, é uma alternativa para resolver problemas crônicos da saúde pública.


“Um ano atrás, eu vim neste mesmo lugar pedir ao governador, à secretaria de saúde que reabrissem o pronto-socorro aqui do hospital Delphina Aziz. Volto um ano depois e encontro, infelizmente, o pronto-socorro ainda fechado para a população. Uma estrutura grandiosa como essa não pode ficar fechada. Governador, eu lhe peço, por favor, abra esse pronto-socorro”, disse o deputado, em publicação nas redes sociais.

Desde o início da pandemia de Covid-19, o hospital Delphina Aziz funciona como unidade de “portas fechadas”, ou seja, atende somente pacientes transferidos diretamente pelo sistema de regulação. A gestão da unidade é feita por uma Organização Social de Saúde (OSS), sob um contrato de quase R$ 17 milhões mensais já questionado pela Justiça.

Diante dos setores desativados após mais de um ano, Ricardo Nicolau criticou o investimento desproporcional aos serviços disponibilizados à população. “Fico triste de ver um hospital desse tamanho subutilizado, gastando muito com a empresa que o administra sem que as pessoas tenham o devido acesso. Esse hospital é parte das soluções dos graves problemas de saúde, como as filas quilométricas de cirurgias”, lamentou.


Confira nas redes sociais: https://www.instagram.com/reel/CSeqw51Fnmr/

Nenhum comentário