Últimas do Mix

David Almeida acompanha vacinação de jovens com comorbidades

 

Foto: Ruam Souza

O prefeito de Manaus, David Almeida, acompanhou na manhã desta sexta-feira, 13/8, no Centro de Convenções do Studio 5, zona Sul, a vacinação contra a Covid-19 para jovens de 12 a 17 anos com comorbidades, com deficiência permanente (PcD), gestantes e puérperas. David incentivou os pais e responsáveis a levarem os jovens a um dos mais de 40 postos de imunização montados pela Prefeitura de Manaus, espalhados por todas as zonas da capital.

“Estamos avançando na vacinação, hoje para os jovens com comorbidades e, a partir de amanhã, ao público geral. Além disso, estamos aplicando a segunda dose nos trabalhadores da Educação em 27 dos 44 postos funcionando hoje, e assim vamos manter, vacinando a população, até alcançar nosso objetivo de imunizar toda Manaus. Você que tem filho, neto, sobrinho nessa idade, traga para vacinar, temos postos por toda a nossa capital, e vacinas salvam vidas”, enfatizou Almeida.

O chefe do Executivo municipal acompanhou a vacinação da jovem de 15 anos portadora de necessidades especiais Karen Louise Sampaio, filha de Isa Simões, que muito se alegrou neste momento especial.

“Para a gente é muito emocionante, por causa do tanto que esperamos essa data, e, assim que a Prefeitura de Manaus anunciou que as crianças de 12 a 17 anos viriam se vacinar, em especial as com necessidades especiais hoje, amanhecemos o dia super empolgadas”, contou a mãe Isa Simões.

Nesta sexta-feira, a vacinação acontece até às 17h nos 44 postos espalhados por todas as zonas da capital, descritos tanto no portal da Prefeitura (manaus.am.gov.br), da Secretaria Municipal de Saúde (Semsa), (semsa.manaus.am.gov.br/noticia/locais-de-vacinacao-covid-19/) quanto nas redes sociais oficiais da gestão municipal.

No sábado, 14/8, a Semsa irá atender em 50 postos de vacinação por toda a cidade, das 9h às 17h. O público de 12 a 17 anos residente em Manaus está estimado em 237 mil pessoas.

A senhora Darcilda de Oliveira Silva, avó do José Mateus Silva, de 13 anos, agradeceu a oportunidade de acompanhar a vacinação de seu neto.

“Muitas vezes as pessoas não querem, mas, se por acaso acontecer alguma coisa, a gente vai se sentir culpada, então temos que fazer a coisa certa. Ele não queria vir, mas eu consegui trazer ele, e, como ele é especial, a gente não deve facilitar para a doença. Com ele vacinado, eu me sinto mais segura e ele também. Quando eu fui tomar minha vacina, lá no Povos da Amazônia, o prefeito David Almeida estava lá, e, hoje, meu neto vem aqui, e aqui está o David, isso mostra que ele está em todo canto, se faz presente, não fica em casa, o trabalho dele é na rua, é uma pessoa humilde, e eu me sinto feliz por isso”, salientou Darcilda.

“Eu me sinto seguro, agora eu estou mais leve, mais feliz e mais forte. Queria ter tomado há mais tempo, mas agora que chegou a minha vez, eu estou protegido contra a Covid-19”, completou José Mateus.

É necessário que pais ou responsáveis maiores de 18 anos acompanhem os jovens ao posto de vacinação e comprovem a responsabilidade pelo menor de idade, apresentando documento original com foto e, caso não sejam pais, assinando uma declaração no verso do comprovante de residência.

Também é obrigatório que a pessoa a ser vacinada, apresente documento de identidade ou certidão de nascimento, CPF ou Cartão Nacional do SUS (CNS) e um comprovante de residência (com cópia). O adolescente que não tenha o CPF nem o Cartão SUS pode solicitar a emissão deste último na própria UBS.


Nenhum comentário