Últimas do Mix

Cenas fortes: marido tenta forjar álibi após esfaqueiar mulher e deixa-la morrer na calçada


O marido  marido da vítima, de 30 anos, identificada como Priscila de Souza Gonçalves, de 21 anos, foi preso na madrugada desta sexta-feira (17) em Patrocínio. O homem é acusado de matar a esposa com um golpe de faca nas costas.

Segundo informações da polícia, o homem tentou forjar um álibi, mas imagens registraram o momento do crime.

O homem havia dito para polícia que estava na zona rural de Patrocínio, quando recebeu um pedido de ajuda de sua esposa, a qual lhe relatou que havia sido vítima de esfaqueamento e estava na Av. Rufina Alvina de Jesus, na porta de um bar, bairro Serra Negra.

Segundo a versão inicial do marido, ele foi até o local no seu veículo e prestou socorro à vítima. No entanto, os militares realizaram diligências e constataram, através de câmeras existentes no local do crime, que o marido da vítima seria o autor do crime.

As imagens mostraram o momento em que o acusado corre atrás da vítima com uma faca na mão e lhe desfere um golpe nas costas. Após o fato, ele saiu do local em seu veículo GM/Kadett, sendo que posteriormente retorna e presta socorro à vítima.

Segundo informações da Polícia Militar, no momento do crime, no local dos fatos, havia um terceiro indivíduo o qual foi identificado, sendo que ele estava em uma caminhonete GM/S10 e não prestou socorro à vítima, sendo qualificado na ocorrência como autor do crime de omissão de socorro, porém, apesar das diligências, ainda não foi localizado.

Diante dos fatos, os militares realizaram a prisão do acusado em flagrante delito, sendo conduzido à Delegacia de Polícia Civil de plantão. O veículo utilizado por ele, um GM/Kadett, foi apreendido.

Após diligências, a arma branca, utilizada pelo autor do crime foi localizada na manhã desta sexta-feira (17). O homem de 38 anos, acusado de omissão de socorro, apresentou-se para a Polícia Militar juntamente com seu advogado. Será encaminhando à autoridade de Polícia Judiciária para demais providências. 

ASSISTA: 



Nenhum comentário