Últimas do Mix

Mãe e filho são presos por morte e estupro de adolescente grávida na Zona Norte

Foto: Divulgação
Um homem identificado como Rafael de Oliveira Lopes, de 28 anos, suspeito de matar a adolescente Vitória de Jesus, que estava grávida de oito meses; e a mãe dele, identificada como Ivanir Silva de Oliveira, de 56 anos, foram presos na manhã dessa segunda-feira (13), em Manaus.

De acordo com investigações da Delegacia Especializada em Homicídios e Sequestros (DEHS), no último dia 31 de agosto, Rafael teria supostamente atacado e estrangulado a vítima com um golpe conhecido como ‘mata-leão’, enquanto ela estava na parte de fora da casa de seu namorado, esperando que abrisse a porta, no bairro Cidade de Deus, Zona Norte da capital amazonense.

Foto: Jander Robson/Portal do Holanda
Rafael confessou que apertou o pescoço da vítima na tentativa de imobilizá-la, mas que acabaram despencando de um barranco. A grávida sofreu vários ferimentos e ficou semi-desacordada. Em seguida, o suspeito carregou o corpo da adolescente até sua casa onde cometeu o estupro.

Foto: Jander Robson/Portal do Holanda
 A mãe do suspeito estava na casa, presenciou todo o ato, e foi presa por omissão de socorro e por ajudar a esconder a ação criminosa. O estuprador vestiu a jovem com as roupas de Ivanir, porque segundo ele, a vítima havia vomitado na roupa que estava usando, e depois, a deixou jogada no chão, na frente da casa do namorado.

“Ele vestiu a Vitória e levou ela para fora de casa novamente e deixou ela no chão, ali na frente da casa de Henrique que é o pai do bebê que ela estava esperando”, afirmou a delegada Marna de Miranda.

Após ser preso, Rafael contou que não tinha a intenção de matar Vitória e que o objetivo dele era somente de cometer o estupro. Ivanir também confessou a participação no crime e afirmou que não pediu ajuda, por medo do filho que tem um temperamento extremamente violento.

Inicialmente, a perícia criminal que avaliou o corpo da jovem, não havia identificado marcas de violência, e teria registrado a morte como uma consequência de overdose; mas exames mais detalhados comprovaram o estupro e o homicídio.

Os suspeitos foram presos e conduzidos para a DEHS. Rafael deve responder pelo crime de homicídio qualificado e levado à Central de Recebimento e Triagem (CRT). Ele e mãe ficarão custodiados aguardando julgamento e a decisão final da Justiça.

Nenhum comentário