Últimas do Mix

Em 2016, Marília Mendonça enfrentou problemas em voo para Caratinga, MG

Foto: Reprodução

A cantora Marília Mendonça morreu na última sexta-feira (5/11) após um acidente aéreo na região de Caratinga, no interior de Minas Gerais, onde faria um show.

 

No entanto, um fato curioso chamou a atenção dos fãs da cantora e compositora .

 

Acontece que há cinco anos a rainha da sofrência passou por problemas no voo, ao viajar justamente para a mesma cidade. A ocasião também marcou a primeira apresentação da sertaneja em território mineiro.


"Hoje aqui em Caratinga foi maravilhoso, o pessoal tava me esperando aí. Até contei que aconteceram alguns problemas com o voo, mas todo mundo ficou me esperando", afirmou Marília .

 

"Uma multidão e o show foi maravilhoso, não poderia ter sido melhor. Amei, amei, amei, já quero voltar", disse a artista na época ao Super Canal , no YouTube.

 

Mendonça se apresentaria no município mineiro pela segunda vez na carreira e, dias antes do show que não chegou a acontecer, o local foi alterado para comportar mais público.

 

O evento, que fazia parte da sua nova turnê, aconteceria no Parque de Exposições João da Costa Mafra e contaria com a presença de 5 mil fãs. Os portões do evento seriam abertos às 21h e a primeira atração marcada para as 22h. O show da artista estava previsto para começar à 1h.

 

O voo estava previsto para aterrissar por volta das 15 horas, mas a quase 4 quilômetros do aeroporto, a aeronave bateu em fios de uma torre de energia elétrica e caiu em uma cachoeira na zona rural de Piedade de Caratinga , matando todos os cinco ocupantes: a cantora Marília Mendonça, o assessor e tio dela, Abicieli Silveira Dias Filho , o produtor Henrique Bahia , o piloto Geraldo Medeiros Júnior , e o copiloto Tarciso Pessoa Viana.

 

Após a confirmação dos óbitos, um dos sócios da organização do evento chegou a gravar um vídeo afirmando que estavam consternados com a tragédia. Ainda segundo ele, "as questões burocráticas serão olhadas em um futuro próximo". 

 

Fonte: Correio Braziliense

Nenhum comentário