Últimas do Mix

Ginecologista italiano oferecia ‘sexo milagroso’ para curar mulheres do HPV

 

Reprodução

O ginecologista Giovanni Miniello, de 60 anos, é investigado pela polícia italiana após ser flagrado seminu em um quarto de hotel na companhia de uma atriz italiana, que fingia ser uma paciente em busca da “cura” do HPV, uma infecção sexualmente transmissível.

O médico virou alvo da armação, feita pelo programa de TV Le Iene, depois que uma de suas vítimas procurou a produção para denunciar que Miniello oferecia sexo como se fosse uma cura para as patologias de suas clientes.

A vítima em questão, uma mulher de 33 anos, visitou o médico depois de enfrentar dificuldades para engravidar, e ouviu dele que estava infectada com o HPV, o vírus do papiloma humano, infecção sexualmente transmissível que pode causar câncer e impedir gestações.

Por mais que os exames ginecológicos da mulher não tivessem apontado o problema, Miniello insistiu em “ajudá-la”, afirmando que “salvou muitas mulheres do câncer”. “Todas aquelas com quem eu tive contato tiveram (exames) negativos depois”, afirmou o médico, segundo relato feito pela vítima ao jornal italiano La Repubblica. As informações são do UOL.

Nenhum comentário