Últimas do Mix

Pistoleiro revela que recebeu R$ 65 mil para assassinar sargento Lucas em Manaus

Foto: Jander Robson/Reprodução/Portal do Holanda
O suposto pistoleiro Silas Ferreira da Silva, de 26 anos, acusado de matar o sargento do Exército Lucas Guimarães, confessou à Polícia, que recebeu R$ 65 mil para executar a vítima.

Ainda de acordo com o suspeito, ele foi contratado por um intermediário e não sabia que Lucas era sargento militar, porque não obteve informações sobre a vítima, apenas recebeu uma foto e o endereço de onde o crime deveria ser cometido.

“Ele disse que não sabia que se tratava de uma pessoa de famílias conhecidas na cidade, achava que seria uma pessoa comum e que nada ia acontecer. Ele não fazia ideia de que se tratava de um militar das Forças Armadas”, explicou o delegado Ricardo Cunha, titular da Delegacia Especializada em Homicídios e Sequestros (DEHS).

Silas Ferreira afirmou que também teria recebido a moto, roupas, o calçado e a arma usadas no crime direto do intermediário, e depois,  precisou devolver tudo e não soube informar de que forma estas provas foram descartadas.

A Polícia Civil continua investigando o caso em sigilo de Justiça e não divulgou se já há informações sobre a identidade desse intermediário, que seria mais um envolvido na morte. 

Nenhum comentário