Últimas do Mix

Eleições 2022: Presidente do TSE apresenta novo modelo de urna eletrônica, em Manaus

Foto: Reprodução
O presidente do Tribunal Superior Eleitoral (TSE), ministro Luís Roberto Barroso, esteve em Manaus nesta segunda-feira (13), para apresentar o novo modelo de urna eletrônica que deve ser usada nas Eleições de 2022 em todo o Brasil.

Serão fabricadas 225 mil urnas do novo modelo, que promete uma durabilidade de 10 anos. No total, 577 mil serão utilizadas nas eleições. A entrega está prevista para maio do ano que vem. 

O lançamento do novo modelo das unas foi feito na fábrica da Positivo Tecnologia (empresa responsável pela produção dos equipamentos), no Polo Industrial de Manaus.

Em coletiva de imprensa, o ministro ressaltou que as novas urnas devem reforçar a dinâmica nas filas de votação, tornando o processo eleitoral mais prático, simples e seguro.

Foto: Abdias Pinheiro/Secom/TSE
"É preciso deixar claro que nós estamos reforçando os mecanismos de proteção dos sistemas do TSE, mas eu sempre gosto de lembrar que as urnas eletrônicas nunca entram em rede. Portanto, elas não são acessíveis remotamente, não há como hackea-las. Os sistemas do TSE são passíveis de ataque como todos os sistemas do mundo, porém, o resultado da manipulação é impossível de ser manipulado", afirmou Barroso

Vaja quais são as principais novidades:

  • Visor: A tela com as informações dos candidatos agora ficará acima do teclado; o modelo anterior contava com um visor à esquerda das teclas;
  • Bateria: Será de Lítio Ferro-Fosfato e terá menos custos de conservação pois não irá requerer nova carga após a ativação do aparelho; o modelo anterior tinha bateria de Chumbo-Ácido e precisava de nova recarga a cada 5 anos;
  • Processador: Tecnologia System on a Chip (SOC), que é 18 vezes mais rápido que o chip utilizado no modelo anterior;
  • Mesa do mesário: Terminal terá tela totalmente gráfica, com superfície sensível ao toque e sem teclado físico; modelo anterior contava com tecla;
  • Agilidade: Possibilidade de um eleitor votar enquanto outro é identificado pelo terminal do mesário, reduzindo o tempo de espera; antes, o modelo só permitia a identificação do eleitor seguinte após a conclusão do voto do anterior;
  • Teclado: Terá duplo fator de contato, que permite identificar erro caso haja mau contato ou curto-circuito; modelo anterior não tinha o sistema.



Nenhum comentário