Últimas do Mix

Invasor do castelo de Windsor pretendia matar rainha Elizabeth

 

Reprodução

O homem preso no sábado após invadir o castelo de Windsor, lugar onde mora a reinha Elizabeth II, em Londres, disse em um vídeo que queria "assassinar a rainha", informou o tabloide britânico The Sun nesta segunda-feira.

O jovem de 19 anos morava em Southampton, no sul da Inglaterra, e foi preso assim que os alarmes do castelo dispararam. No domingo, a polícia disse que o homem tinha sido internado em uma instituição psiquiátrica.

A rainha, de 95 anos, passava o Natal em Windsor. O jornal The Sun postou imagens de um vídeo supostamente publicado na conta da redes social Snapchat do suspeito minutos antes de ele entrar no complexo.

No vídeo, o jovem é visto usando uma besta, arma medieval que dispara flechas com muita força, e vestido com um suéter preto com capuz. Atrás de uma máscara branca, ele é ouvido dizendo: "Sinto o que fiz e o que vou fazer. Vou tentar assassinar a Rainha Elizabeth."

Com aparentes referências à saga Star Wars, ele se apresenta como um índio sikh e diz que busca "vingança" por um massacre de 1919 cometido pelas tropas britânicas contra manifestantes na Índia.

Embora não tenha confirmado a autenticidade dessa gravação, a polícia de Londres disse que "os investigadores estão avaliando o conteúdo de um vídeo".

As tentativas de entrar em Windsor ou no Palácio de Buckingham, residência habitual da Rainha, localizada no coração de Londres, não são incomuns.

O mais espetacular ocorreu em 1982, quando um homem de 30 anos, Michael Fagan, conseguiu entrar no quarto da Rainha enquanto ela estava na cama.




AFP*

Nenhum comentário