Últimas do Mix

Ponta Negra passa a cumprir decreto com restrições para eventos

Foto: Marcely Gomes/Arquivo Semcom
Com a alteração dos dados epidemiológicos, que indicam aumento de casos de Covid-19 na capital, e em função da nova variante Ômicron, além de alta de quadros gripais relacionados ao inverno amazônico, o complexo turístico Ponta Negra, zona Oeste, passa a atender ao decreto 44.978/2021 do governo do Estado, que suspende, a partir desta quarta-feira (15), a realização de eventos com mais de 3 mil pessoas, sendo válido até 15 de janeiro de 2022.

No dia 7 de dezembro, o prefeito David Almeida cancelou a festa de Réveillon 2022 da cidade por medidas de segurança contra a Covid-19, mas disse que irá fazer a tradicional queima de fogos em pontos estratégicos da capital amazonense.

Os eventos com presença de público não poderão superar a lotação de 3 mil pessoas e deverão se limitar a 50% da capacidade física do espaço, em qualquer hipótese.

A Ponta Negra segue com a programação normal na praia e de funcionamento das áreas comerciais, além da decoração de Natal aberta à visitação ao público, diariamente. O complexo ganhou uma árvore e o maior presépio montado ao ar livre do Brasil. Ambos levam assinatura do artista parintinense Rossy Amoedo.

A ação faz parte do “Natal das Águas, Luz da Esperança”, iniciativa que visa fortalecer o sentimento natalino com várias atividades, tanto na cidade quanto na zona rural. Foi inaugurado o “Ballet das Águas”, espetáculo que mistura cores e músicas tradicionais do Natal, todas sincronizadas, no chafariz localizado na orla da Ponta Negra.

Medidas de proteção

Prefeitura de Manaus e governo estadual estão intensificando as ações de vacinação e iniciam buscas ativas nas regiões com menores percentuais de população imunizada.

Em razão das medidas de proteção contra a pandemia, a praia e o acesso ao banho estavam interditados aos finais de semana e feriados, funcionando de segunda-feira a sábado. Agora o complexo voltou a funcionar de segunda a domingo, de 9h às 17h (para banho no rio).

A comissão que coordena a gestão do parque monta estrutura para receber os frequentadores, reforçando a necessidade dos cuidados básicos para a prevenção na pandemia, como uso de máscara e o distanciamento social, além da vacinação e dos reforços da prefeitura para garantir o máximo de imunização à população. O complexo também recebe constantemente serviços de capinação, poda e limpeza pública.

A flexibilização de medidas restritivas permitiu o acesso à praia do complexo de segunda a sexta-feira, de 6h às 17h. Não apenas os frequentadores devem respeitar as marcações feitas pelos salva-vidas do Corpo de Bombeiros, mantendo sua segurança, mas também os proprietários de embarcações.

Agentes de segurança, como Guarda Municipal e Polícia Militar, estão atuando para retirada de quem insiste em desrespeitar o uso correto no balneário.

A Prefeitura de Manaus ressalta que é importante respeitar as normas de uso do espaço e não ultrapassar o cordão de isolamento na água, colocado pela equipe de salva vidas do Corpo de Bombeiros, que indica a área de segurança dos banhistas no rio. Além do horário indicado para banho – até as 17h – e a preocupação com as crianças dentro do rio, a recomendação principal é o cuidado no consumo de bebidas alcoólicas.

Os corpos permanentes de segurança, incluindo Guarda Municipal, com ciclopatrulha, a Polícia Militar e bombeiros atuam no monitoramento da praia e na segurança dos banhistas até 17h, bem como na segurança e manutenção do patrimônio de todo o complexo. Equipes da Secretaria Municipal de Limpeza Urbana (Semulsp) também reforçam a higiene do calçadão e da praia perene.

*Com informações da Assessoria de Imprensa

Nenhum comentário