Últimas do Mix

Primeira etapa da campanha contra influenza e sarampo será para idosos e trabalhadores da saúde

Foto – João Viana / Arquivo Semcom

Com 167 salas de vacina, a Prefeitura de Manaus inicia na próxima segunda-feira, 4/4, a Campanha Nacional de Vacinação contra a Influenza (Gripe) e contra o Sarampo. A programação seguirá até dia 3/6 e será executada em duas etapas para atender grupos prioritários definidos pelo Ministério da Saúde. 

Na primeira etapa da campanha contra a influenza, de 4 de abril a 2 de maio, a vacina estará disponível para trabalhadores da saúde e idosos a partir de 60 anos. A meta é a imunização de 185.241 idosos e 56.618 trabalhadores da saúde. 

O cadastro ou atualização cadastral para a imunização em domicílio de idosos acamados poderão ser feitos também a partir do dia 4/4, por meio do Disque Saúde (0800 280 8 280), que funciona de segunda a sexta-feira (dias úteis), das 8h às 12h e das 13h às 17h, com informações de nome, CPF, número de identidade e endereço completo. 

O serviço do Disque Saúde é disponibilizado pela Secretaria Municipal de Saúde (Semsa) e a imunização dos acamados deverá iniciar no dia 25/4. 

“Para a vacinação dos acamados contra a influenza, a Semsa reúne o banco de dados com as informações atualizadas dos idosos. Com isso, será elaborada uma rota de proximidade para operacionalizar a vacinação de forma eficiente”, explica a chefe da Divisão de Imunização da Semsa, enfermeira Isabel Hernandes. 

Entre trabalhadores da saúde, serão imunizadas contra a influenza pessoas que atuam em estabelecimentos de saúde (público e privado), comprovando o vínculo de trabalho apresentando contracheque, carteira de trabalho ou crachá. 

“É importante lembrar que a campanha contra a influenza é anual e as pessoas dos grupos prioritários, indicados pelo Ministério da Saúde, devem receber a vacina todos os anos para a proteção contra a doença”, explica Isabel Hernandes. 

Na campanha deste ano, será disponibilizada a vacina trivalente, que protege contra três tipos de cepas de vírus em combinação: H1N1, H3N2 e linhagem B/Victoria. 

Na segunda etapa da campanha contra influenza, no período de 3 de maio a 3 de junho, a Semsa irá programar, de acordo com o calendário do Ministério da Saúde para o envio das doses do imunizante ao município de Manaus, a vacinação de outros 15 grupos prioritários: crianças de seis meses a menores de cinco anos de idade (4 anos, 11 meses e 29 dias); gestantes (qualquer idade gestacional); puérperas (até 45 dias após o parto); povos indígenas (população a partir de seis meses, assistida pela Sesai/Dsei Manaus); professores das escolas públicas e privadas; pessoas com deficiência permanente; Forças de Segurança e Salvamento; Forças Armadas; caminhoneiros; trabalhadores de transporte coletivo rodoviário de passageiros urbano e de longo curso (Motorista e cobrador em exercício efetivo); trabalhadores portuários; funcionários do sistema prisional; adolescentes e jovens de 12 a 21 anos de idade sob medidas socioeducativas; população privada de liberdade; e pessoas portadoras de doenças crônicas não transmissíveis e outras condições clínicas especiais. 

Ao todo, o público estimado para a imunização contra a influenza em Manaus é de 603.921 pessoas. Mas, em termos de alcance da meta recomendada pelo Ministério da Saúde, o objetivo principal é atingir 90% entre o grupo de crianças, gestantes, puérperas, idosos com 60 anos e mais, indígenas, professores e trabalhadores de saúde. 

A vacina contra a influenza poderá ser administrada simultaneamente com outras vacinas, exceto a vacina contra a Covid-19, em que deve ser respeitado o intervalo mínimo de 15 dias em relação às crianças de 5 a 11 anos. 

Sarampo

 Na campanha, a vacinação contra o sarampo também vai ocorrer em duas etapas, iniciando na segunda-feira, 4, com a imunização de trabalhadores da saúde. A primeira fase seguirá até o dia 2/5, com a meta de atingir um total de 56.618 trabalhadores da saúde, de forma indiscriminada, com a aplicação da vacina tríplice viral, que protege contra sarampo, caxumba e rubéola. 

Na segunda fase da campanha contra sarampo, entre 3 de maio e 3 de junho, as ações serão direcionadas para crianças de seis meses a menores de cinco anos, em um público-alvo estimado em 159.788 crianças, com a meta de atingir 95% do grupo na faixa etária indicada. 

O objetivo da campanha é interromper a circulação ativa do vírus do sarampo no Brasil. No ano passado, o país registrou 668 casos confirmados de sarampo, sendo 96,1% dos casos na região Norte (Amapá e Pará). O município de Manaus não registrou casos de sarampo em 2021, mas, com surtos em outros estados brasileiros, o risco de novos registros de casos é grande. 

Durante a campanha, os locais com sala de vacina poderão ser consultados no site da Semsa (semsa.manaus.am.gov.br).

 

Nenhum comentário