Últimas do Mix

Dono do Portal do Zacarias é preso pela Polícia Federal no Aeroporto Internacional de Manaus

Foto: reprodução

O jornalista Sebastião Lucivaldo Moraes Carril, de 62 anos, dono do Portal do Zacarias, foi preso nesta terça-feira, (3), no Aeroporto Internacional de de Manaus, por determinação da Justiça Eleitoral. Sebastião Carril foi preso por calúnia e difamação. Em 2007, Carril já havia sido preso com dois quilos de drogas em seu veículo e foi condenado por associação para o tráfico de drogas.

Segundo despacho da Polícia Federal (PF), Carril esteve no setor de passaporte, localizado no Aeroporto Internacional Eduardo Gomes, “momento no qual foi verificado a existência de mandado de prisão contra o senhor Sebastião. Após confirmação da validade e autenticidade do citado mandado junto a 3.ª Vara de Execução Penal, foi dado cumprimento do mandado de prisão 900070285-24”. O mandado foi cumprido imediatamente.

Ainda de acordo com autos do processo, Sebastião Carril foi condenado pelo juiz da 3ª Vara da Justiça Eleitoral a cumprir uma pena total de pena de dois anos e três meses em regime aberto.

Ele foi enquadrado no artigo 324, parágrafo 1 da Lei 4737/65 do Código Eleitoral Brasileiro. De acordo com o artigo 324 da lei 4737: “caluniar alguém, na propaganda eleitoral, ou visando fins de propaganda, imputando-lhe falsamente fato definido como crime: Pena – detenção de seis meses a dois anos, e pagamento de 10 a 40 dias-multa. § 1° Nas mesmas penas incorre quem, sabendo falsa a imputação, a propala ou divulga”.

Em 2007, uma ação policial na bairro Armando Mendes resultou na descoberta de  drogas em um carro de Carril.

“Realizada uma vistoria no automóvel conduzido por Sebastião Lucivaldo Moraes Carril, foi apreendida uma pasta preta, de propriedade deste, contendo um pacote quadrado envolto em fita gomada com dois mil e cinco gramas de cocaína, conforme Laudo Definitivo, acostado às fls. 307/312, bem como uma pistola marca Taurus calibre 38 e dois carregadores, também de propriedade do primeiro apelante, o qual se identificou como investigador da policial civil, e uma sacola contendo a quantia de R$ 9 mil.”

Fonte: D24am.

Nenhum comentário