Últimas do Mix

Madrasta é presa após jogar enteado de 6 anos de prédio; menino sobreviveu

 

Reprodução

A Polícia Civil de Alagoas prendeu em flagrante uma mulher de 31 anos suspeita de ter jogado o seu enteado, de seis anos de idade, do quarto andar de um prédio no bairro Cidade Universitária, parte alta de Maceió, nesta segunda-feira (23). Segundo a polícia, a mulher confessou o crime.

Segundo o Hospital Geral do Estado, o quadro de saúde do garoto é estável. A reportagem apurou que a criança está acordada, não teve fratura e está comunicativa. Ela está em observação por segurança.

A mulher, cujo nome não foi divulgado, foi levada à Delegacia de Homicídios e Proteção à Pessoa e prestou depoimento ao delegado Fábio Costa. O caso é investigado como tentativa de homicídio. Ela permanece detida na delegacia.

“De fato, a madrasta da criança confessou que o arremessou pela janela após uma discussão com o companheiro. Disse que fez isso para se vingar dessa desavença que teve com ele”, afirmou o delegado. “A criança sobreviveu, não corre risco de morte, mas a madrasta está sendo autuada por tentativa de homicídio.” A polícia diz que a mulher ainda não tem advogado.

Segundo o conselheiro tutelar Ewerton Pita, o pai do menino contou que ele e a mulher estavam bebendo e tiveram uma discussão. Por uma crise de ciúmes, ela disse que mataria a criança e subiu as escadas do prédio, embora o homem não acreditasse que isso se concretizaria.

“O pai relatou que tiveram essa discussão e só ouviu o barulho de algo caindo no chão, que imaginava que fossem suas roupas. Depois, ele percebeu que era o filho. Ele também disse que ela havia tentado agredi-lo”, disse o conselheiro.

Ele acrescentou, ainda, que a criança estava com muitas dores e hematomas, assim como o pai também tinha marcas de agressões.

A reportagem não conseguiu falar com o pai do menino, que o acompanhava no hospital.

Mais Goiás*

Nenhum comentário