Últimas do Mix

Elefante que pisoteou cadáver de mulher também destruiu a casa e matou as cabras dela

 

Reprodução

A história do elefante que matou uma idosa na Índia e visitou o funeral dela apenas para espalhar pânico e pisotear o cadáver da vítima, guarda ainda mais detalhes. Relatos mais detalhados dão conta de que o animal levou colegas de espécie à vila da senhora, pisoteou a casa dela e matou cabras que ela criava.

Os detalhes adicionais foram dados pelo jornal Times of India. De acordo com a publicação, o elefante não se contentou em pisotear o cadáver da vítima durante o funeral.

Logo após invadir a cremação do corpo da própria vítima, realizado na vila onde ela morava, o elefante bramiu e incitou cerca de dez integrantes da manada dele.

O grupo de elefantes destruiu a casa da idosa e outras duas residências. E também pisoteou e matou um pequeno rebanho de cabras que ela criava.

Foi apenas nesse momento — quando os moradores e os convidados do velório se abrigaram em um local próximo — que o elefante, ainda enfurecido, pisoteou o cadáver da senhora.

Em depoimentos chocantes, testemunhas afirmaram que o cadáver ficou "esmagado" e "destruído".

A rede de TV Kanak News informou que moradores fugiram com medo de morrer, mas não sofreram ferimentos nem foram alvo de ataques dos paquidermes.

Após descarregarem a ira por alguns momentos, os elefantes voltaram para uma floresta próxima e o funeral pode ser terminado.

Ainda não se sabe um possível motivo para o ataque, embora a região de Odisha seja foco de tensão entre humanos e elefantes, por causa da ação de garimpeiros em busca de recursos naturais.


Fonte: R7

Nenhum comentário