Últimas do Mix

Homem fica oito dias internado após overdose de vitamina D

 

Pixabay

Em estudo publicado na última quarta (6/7) na revista científica BMJ Case Reports, cientistas alertam para os riscos do consumo excessivo de suplemento de vitamina D. O alerta é feito após relato do caso de um homem precisou ficar internado oito dias após uma overdose do nutriente.

Segundo a emissora britânica Sky News, o paciente de meia-idade apresentava sintomas como vômitos, náuseas e cãibras nas pernas durante três meses até que seu médico o encaminhou ao hospital para tratamento.

Esses efeitos adversos teriam começado cerca de um mês depois que ele passou a ingerir suplementos vitamínicos. Os pesquisadores também citaram zumbido, boca seca, perda de peso, aumento da sede e diarreia como sintomas da overdose, ou hipervitaminose D, que é considerada incomum.

O homem ingeria mais de 20 suplementos de venda livre todos os dias, informa a emissora. Entre eles, pílula de 50.000 mg de vitamina D, sendo que a necessidade diária é de 600 mg, adquirida facilmente pela exposição básica ao Sol.

Os testes feitos no hospital mostraram que os níveis de vitamina D do paciente estavam oito vezes acima do necessário e que seu organismo também apresentava altos níveis de magnésio e cálcio. Os rins começaram a falhar com a sobrecarga de minerais.

De acordo com a Sky News, os médicos precisaram usar medicação intravenosa para limpar o organismo do paciente, além de remédios para reduzir os níveis excessivos de cálcio no sangue.

Curiosamente, mesmo dois meses após a alta hospitalar, os níveis de vitamina D no corpo dele ainda estavam acima do normal.

Os cientistas afirmam no estudo recém-divulgado que “em todo o mundo, há uma tendência crescente de hipervitaminose D”, mas enfatizaram que esse caso foi isolado.

O Sistema Nacional de Saúde (National Health System) do Reino Unido diz em seu site que algumas pessoas não produzem vitamina D suficiente devido à baixa exposição à luz solar. Nesse caso, a recomendação para adultos e crianças com mais de 4 anos é a ingestão diária de suplemento de 10 mg do nutriente.


Trends BR*

Nenhum comentário