Últimas do Mix

Corinthians perde em casa e Flamengo abre vantagem por vaga na semifinal da Libertadores

Foto: Luis Moura / WPP

No primeiro jogo das quartas de final da Libertadores, deu vermelho e preto! O Corinthians recebeu o Flamengo, na noite desta quarta-feira, 2, na Neo Química Arena, e perdeu por 2 a 0, com gols de Arrascaeta e Gabi, um em cada tempo. As equipes voltam a se encontrar na próxima terça-feira, às 21h30 (de Brasília), no Maracanã, sendo que os cariocas podem perder por até um gol de diferença.

O gol de Arrascaeta surgiu aos 37 minutos do primeiro tempo, quando Cantillo errou na saída de bola e ela ficou com o uruguaio, que mandou um belo chute no fundo das redes. Os jogadores do Corinthians pararam no momento do lance por toque no braço de João Gomes, não marcado pelo árbitro e nem pelo VAR - pela regra, o gol foi legal.

Já o tento de Gabi aconteceu no início do segundo tempo, quando Rodinei partiu pela direita e passou para o camisa 9, após bote errado de Fausto e escorregão de Balbuena, e ampliou a vantagem.

O próximo compromisso do Timão será neste sábado, contra o Avaí, na Ressacada, às 19h (de Brasília), pela 21ª rodada do Brasileirão. O Flamengo visita o São Paulo no mesmo dia, mas às 20h30, no Morumbi.

O jogo

Primeiro tempo

Primeiros minutos de muito estudo de ambas as equipes. Aos três, Maycon recuperou a bola no campo de ataque e abriu para Mosquito na esquerda, que carregou a bola e chutou, para defesa de Santos. Na sobra do escanteio, Maycon chutou por cima do gol.

O Flamengo seguia tentando encontrar espaços, mas o Alvinegro não permitia, fechando bem as possibilidades. Aos oito, Arrascaeta tentou inverter a bola para Rodinei, mas Piton tirou.

Aos 13, após pressionar a saída de bola, Cantillo tentou cruzamento e conseguiu um escanteio. Após a cobrança, tirada pela zaga, o Flamengo tentou sair no contra-ataque, mas Yuri Alberto recuperou a bola já no campo de defesa.

Na melhor chance do jogo, Arrascaeta lançou Pedro, que invadiu a área e, apesar de ser atrapalhado por Fagner, chutou, mas Cássio fez bela defesa, mas o impedimento foi marcado. Logo depois, Maycon precisou ser substituído após cair pela segunda vez no gramado. Fausto foi a campo.

Aos 27 minutos, Yuri Alberto fez belo pivô dentro da área, mas acabou furando na hora de chutar e perdeu grande chance para os donos da casa. A resposta veio pouco depois, em chute travado de Gabi, novamente por Piton. O Rubro-Negro teve outra oportunidade em fraco chute de Arrascaeta, parado por Cássio.

Aos 35, Mosquito partiu com a bola pela esquerda e tentou chute colocado, defendido por Santos. Praticamente na sequência, Cantillo errou na saída de bola, que sobrou para Arrascaeta. Ele ajeitou e mandou uma bomba, que fez a curva e morreu no findo das redes. Os jogadores do Corinthians pararam no lance, pedindo toque no braço de João Gomes, não marcado pelo árbitro e nem pelo VAR.

Segundo tempo

Vítor Pereira promoveu as entradas de Giuliano e Róger Guedes nos lugares de Cantillo e Adson. Aos cinco, porém, foi Rodinei quem conseguiu descer pela direita, deixar Fausto Vera para trás e passar para Gabi, na entrada da área. Balbuena escorregou e o camisa 9 chutou para ampliar o marcador.

O Corinthians tentou descontar em lance pela direita, quando Róger Guedes chutou cruzado, para defesa tranquila de Santos. Lucas Piton teve outra chance aos 12 minutos, mas demorou muito para chutar e acabou mandando nas mãos do goleiro. Giuliano também mandou rasteiro para fora.

O Rubro-Negro seguiu buscando seu terceiro gol, até com certa facilidade de chegar na área adversária. Cássio, então, apareceu para fazer duas grandes defesas, a primeira em cabeçada de David Luiz e depois em cabeçada do zagueiro. Antes, Balbuena errou na saída de bola, gerando o escanteio que originou as duas jogadas de perigo.

O Alvinegro passou a ficar um pouco mais com a bola, na tentativa de encontrar espaços. Aos 27, Du Queiroz recebeu na direita e mandou por cima do gol. O Fla, então, tomou a bola e passou a controlar as ações do jogo, com um lance de muito perigo já quase nos acréscimos, quando Rodinei cruzou na medida para Everton Cebolinha, que mandou de primeira para fora. Nos acréscimos, Cássio pegou chute de Victor Hugo.

FICHA TÉCNICA

CORINTHIANS 0 X 2 FLAMENGO

Local: Neo Química Arena, em São Paulo (SP)

Data: 2 de agosto de 2022 (terça-feira)

Horário: às 21h30 (de Brasília)

Árbitro: Patricio Loustau (ARG)

Auxiliares: Juan Belatti (ARG) e Facundo Rodríguez (ARG)

VAR: German Delfino (ARG)

Cartões amarelos: Thiago Maia, Rodinei (Flamengo); Cantillo (Corinthians)

GOLS: Flamengo: Arrascaeta, aos 37 do 1º T, e Gabi, aos 5 do 2º T.

Público pagante: 45.159 pessoas

Público total: 45.349 pessoas

Renda: R$ 5.386.291,50

CORINTHIANS: Cássio, Fagner, Bruno Méndez, Balbuena e Lucas Piton; Cantillo (Giuliano), Du Queiroz (Roni) e Maycon (Fausto Vera); Adson (Róger Guedes), Gustavo Silva (Giovane) e Yuri Alberto. Técnico: Vítor Pereira.

FLAMENGO: Santos; Rodinei, David Luiz, Léo Pereira e Filipe Luís; Thiago Maia, João Gomes (Vidal), Everton Ribeiro e Arrascaeta (Victor Hugo); Pedro (Everton Cebolinha) e Gabriel (Lázaro). Técnico: Dorival Júnior.

Gazeta Esportiva


Nenhum comentário