Últimas do Mix

Revoltado com lotéricas? Venezuelano já havia sido preso por crimes similares

Foto: Divulgação

O venezuelano Luiz Domingos Siso, de 60 anos, acusado de atear fogo em uma casa lotérica anexa ao Mercado Adolpho Lisboa, no Centro de Manaus, tem um histórico similar ao crime da lotérica no Mercado Municipal Adolpho Lisboa, no centro de Manaus. O idoso já possui passagens pela polícia por crimes parecidos cometidos no ano passado.

Segundo a polícia, em agosto de 2020, o venezuelano ficou revoltado ao pensar ter sido enganado por alegar que uma lotérica não havia liberado o dinheiro referente a um prêmio. Após a confusão, Luiz chegou jogar pedras no estabelecimento e acabou sendo preso.

Em outubro do mesmo ano, o idoso tentou atear fogo em uma loja de departamentos no Centro de Manaus, crime similar ao que aconteceu quase um ano depois, só que desta vez, o ataque criminoso deixou pelo menos quatro pessoas em estado grave.

Segundo testemunhas ouvidas pelos Bombeiros, o crime desta terça-feira (16), teria sido motivado após o Luiz ter se desentendido com o caixa da lotérica, por não conseguir realizar um saque no local.

Luiz Domingos ainda foi agredido pela população e socorrido pelo Serviço de Atendimento Móvel de Urgência (Samu) e detido pela Polícia Militar 

Um vídeo de uma câmera de segurança mostrou o momento em que o homem ateou fogo no estabecimento.


Nenhum comentário