Últimas do Mix

Unidades da Prefeitura de Manaus terão informativos de educação em saúde em espanhol e warao


Unidades da Prefeitura de Manaus irão disponibilizar informativos de educação em saúde nos idiomas espanhol e warao para beneficiar migrantes e refugiados venezuelanos que são usuários do Sistema Único de Saúde (SUS). A estratégia da Secretaria Municipal de Saúde (Semsa) será colocada em prática a partir de uma iniciativa do Fundo de Populações das Nações Unidas (UNFPA), responsável pela produção e doação das cartilhas de saúde.

 

O material informativo será doado à Semsa na próxima terça-feira, 16/8, às 9h, no auditório Deodato de Miranda Leão, na sede da Semsa, na avenida Maceió, Parque 10 de Novembro. As peças serão disponibilizadas em oito unidades de referência de atenção à saúde de migrantes e refugiados em Manaus.

 

“A doação é fruto de parceria estabelecida entre a Semsa Manaus e o UNFPA para fortalecer a atenção e promoção à saúde desse público. Também estamos reforçando a resposta humanitária na proteção e integração de migrantes e refugiados venezuelanos em Manaus, visto que eles enfrentam maiores dificuldades em acessar os serviços de saúde, em razão de fatores socioeconômicos e de barreiras culturais e linguísticas”, informou a chefe da Divisão de Promoção de Equidade às Populações Vulneráveis, Ana Mádria Fonseca.

 

Ana Mádria explicou que uma das cartilhas é o “ABC para a primeira infância”, que tem o intuito de contribuir com o desenvolvimento da língua portuguesa em crianças venezuelanas. O informativo também estimula a promoção da saúde dos pequenos, com esclarecimentos sobre amamentação, saúde bucal, vacinação, alimentação saudável, entre outros pontos.

 

O segundo material aborda a “Saúde Sexual e Infecções Sexualmente Transmissíveis” e o terceiro, a “Planificação Reprodutiva, Gravidez e Lactação”. Os itens trazem informações nas línguas espanhol, warao e português.

 

As unidades que receberão os itens são: Maternidade Moura Tapajós, UBS Lindalva Damasceno, UBS Vicente Palotti, UBS N-05, UBS Ivone Lima, UBS Theomário Pinto, UBS Mansour Bulbol, UBS José Rayol.

 

“A secretaria tem feito diversos esforços para ampliar as ações de atenção e promoção aos segmentos socialmente vulneráveis, seja por meio do fluxo normal de atendimento nas unidades básicas, seja por meio das ações desenvolvidas nas regiões que concentram grandes parcelas de migrantes e refugiados, dentre outros segmentos. As parcerias com instituições internacionais de ajuda humanitária contribuem com a ampliação e o fortalecimento das estratégias de acolhimento, cadastramento, cuidado e promoção à saúde”, pontuou.

Nenhum comentário