Últimas do Mix

VÍDEO: morador da Flórida faz sucesso na web ao afastar urso que perseguia cachorro da família

Foto: Twitter/KameronBennett/Reprodução

Uma cena inusitada se tornou viral nas redes sociais: um pai de família manteve a calma, pensou rápido e conseguiu salvar a vida de seu cachorro que estava sendo perseguido por um urso-pardo (Ursus arctos).

Quem mora na América do Norte sabe que, de acordo com a crença popular, se você for confrontado por um urso selvagem, a dica é parecer o maior possível para assustá-lo.

Nas imagens da câmera de segurança da residência, que circulam na web, vemos a mãe da família, Aurora, em pânico ao telefone, enquanto o filhote de goldendoodle chamado Salomon aparece correndo, sendo perseguido por um urso-pardo, bem maior que ele.

Enquanto a mulher continua gritando, especialmente para que os filhos fiquem dentro de casa, o pai aparece na varanda e decide confrontar o urso, como forma de salvar o cão aterrorizado.

Segundo o site britânico LAD Bible, o responsável pela atitude “heroica” é Josh Martinez, que mora em Destin, na Flórida (EUA). Seguindo a crença popular, ele levantou os braços para parecer maior e ficou rugindo em direção ao urso, para afastá-lo.

Assista:


O site britânico explica que, apesar de invasões de ursos serem frequentes na América do Norte, a atitude do morador da Flórida pode ser explicada porque ele é das Forças Especiais do Exército dos EUA – recebeu treinamento para situações como essa.

“Somos uma família ativa das Forças Especiais. Estávamos protegendo nosso pequeno goldendoodle Salomon e eu estava salvando minha família do urso. Fiz o que qualquer outro pai faria para proteger a família”, comenta Josh, citado pelo LAD Bible.

Claro que o vídeo compartilhado nas redes sociais logo se tornou viral e deixou os internautas impressionados.

“Papai obviamente era um urso maior. Bom trabalho papai!”, comenta um usuário no Facebook, enquanto outro acrescenta: “Acho que o urso teve um ataque cardíaco por causa da quantidade de ruído a que foi exposto”.

*Trendsbr

Nenhum comentário