Últimas do Mix

Dizendo ser ‘Jesus’ e ‘Satanás’ homem amputa a própria perna na frente da filha de 5 anos

 

O casal Shannon e Sandy Cox - Reprodução/Internet

Na semana passada, um casal do Arkansas, nos Estados Unidos, foi levado sob custódia devido à acusação de colocarem em risco o bem-estar de sua filha, que tem apenas 5 anos de idade. 

Acontece que Shannon Cox, de 48 anos, foi detido após amputar a própria perna na frente da criança. O homem chegou a alegar ser ‘Jesus Cristo’ e ‘Satanás’ antes de cometer tamanha atrocidade. 

Episódio brutal

O caso começou no dia 2 de agosto, quando as autoridades receberam um chamado no Condado de Boone. Até então, segundo relatado pelo UOL, tratava-se de uma emergência sobre um sujeito com uma perna amputada. 

Acontece que, ao chegarem ao local, os policiais encontraram Shannon ‘deitado em frente à residência, nu e sem uma parte da perna direita’. Tudo se tornou ainda mais macabro quando o homem foi questionado como ele havia sofrido tal lesão: “Com uma serra”, explicou. 

Mais tarde, os policias encontraram Sandy Cox, de 30 anos, esposa de Shannon e mãe da criança. Ao ser interrogada pelo xerife, ela teria dito que o marido estava agindo estranho durante todo aquele dia. 

Sandy contou que ele disse que era Jesus Cristo e que ela precisava se acertar com o Senhor. Ela contou que ele então se tornou violento com ela e disse que era Satanás. Ele disse para a esposa que ia torcer a cabeça dela e continuou a fazer ameaças verbais", aponta o documento com o depoimento da mulher. 

Entretanto, a explicação de Sandy também a colocou em situação delicada, visto que ela deixou a filha para trás quando saiu de casa. "Sandy disse que por volta das 20h15 deixou a residência porque estava com medo de que Shannon a matasse. Ela foi a uma amiga e nunca mais voltou para casa. Quando perguntei a ela por que não levou a filha, ela disse que estava preocupada porque Shannon queria matá-la e não estava preocupada com a filha".

A garota de 5 anos foi entrevistada por investigadores, que relataram que ela “parecia ainda estar em algum estado de choque” e que estava “tentando se afastar da conversa”. O casal acabou detido, mas foram liberados após pagamento de 10 mil dólares (R$50 mil) de fiança. No próximo mês, espera-se que ambos compareçam ao tribunal.



Fonte: Aventuras na história

Nenhum comentário