Últimas do Mix

Lista fatal: mulher é presa com tabela de preços para matar autoridades

 

Foto: divulgação

Apontada como participante dos ataques a instituições públicas e privadas ocorridos no Ceará, em janeiro de 2019, uma mulher natural do Rio de Janeiro (RJ) foi presa pela Polícia Federal (PF) junto à Polícia Militar de Goiás (PMGO). As corporações cumpriram mandado de prisão contra nessa quarta-feira (21/9), no Novo Gama (GO), Entorno do Distrito Federal. As investigações revelaram que a suspeita tinha uma tabela com preços de recompensa para cometer assassinatos contra autoridades no Ceará.

O mandado de prisão em aberto partiu da Vara de Delitos de Organizações Criminosas da Justiça do Estado do Ceará e resultou da Operação Reino de Aragão, deflagrada em 2019.

A ação mirou as lideranças da organização criminosa. Investigações apontam que o grupo ordenava ataques a prédios públicos, comércios e ao veículos de transporte coletivo.

A ordem para a prática dos crimes teria partido de dentro de presídios. Em setembro de 2019, foram registrados cerca de 90 ataques desse tipo contra prédios, ônibus e veículos particulares no Ceará. À época, mais de 100 pessoas chegaram a ser detidas, acusadas de participar dos atentados.




Fonte: Metrópoles

Nenhum comentário