Últimas do Mix

Incomodado com 'barulho', jovem mata crianças a facadas

 

REPRODUÇÃO / RECORD TV MINAS

Crianças tinham 7, 8 e 10 anos; autor usou duas facas para cometer o quádruplo homicídio 

Três crianças, de 7, 8 e 10 anos, e um homem, de 39, foram assassinados a facadas na madrugada deste domingo (30) na Vila Olga, em Santa Luzia, na região Metropolitana de Belo Horizonte. O primo dele, de 25 anos, foi preso por policiais militares e confessou ter cometido o crime “por estar incomodado com o barulho das crianças” e por acreditar que ele foi responsável por sua demissão do trabalho.

O homem admitiu ter matado a família e disse que o primo foi quem orientou que as crianças fizessem barulho durante a madrugada. Os dois, que vieram do interior, trabalhavam juntos em um frigorífico. O suspeito também achava que o primo era o responsável por sua demissão do local.

Quádruplo homicídio
O homem seguiu para a casa do primo armado com uma faca na madrugada deste domingo. Ele matou o pai delas, depois a menina de 10 anos e, em seguida, os outros dois garotos. Na ação, uma das facas quebrou e ele pegou outra na própria residência para terminar de matar as vítimas.

O homem - que morreu assassinado - era pai de uma das crianças e padrasto de outras duas. O crime foi descoberto pela mãe das crianças, que chegou em casa após o trabalho e se deparou com os corpos. Ela precisou de atendimento médico.

De acordo com a polícia, o homem tem passagem por lesão corporal contra uma ex-companheira. As duas facas usadas no crime foram apreendidas pelos militares.

A Polícia Civil de Minas Gerais (PCMG) informou, por meio de nota, que deslocou uma equipe de perícia e rabecão ao local. Lá, foram realizados os trabalhos e a remoção dos corpos para o Instituto Médico-Legal.

"A ocorrência encontra-se em andamento e as investigações irão apurar a autoria, a motivação e as circunstâncias do fato", finalizou a nota.






Fonte: Portal Itatiaia

Nenhum comentário