Últimas do Mix

E se Neymar não jogar? Veja as opções de Tite caso o camisa 10 seja desfalque na Seleção Brasileira

 

Reprodução/ ISTOÉ

Principal jogador da Seleção Brasileira, o atacante Neymar causou preocupação ao sair da partida contra a Sérvia na última quinta-feira com dores no tornozelo direito. O camisa 10 teve uma entorse no local e ainda é dúvida para o duelo contra a Suíça, na próxima segunda-feira, pela segunda rodada da Copa do Mundo.

Após a partida, Rodrigo Lasmar, médico da Seleção Brasileira, explicou a situação de Neymar, e o técnico Tite chegou a dizer que o jogador do Paris Saint-Germain não preocupa. O atleta, porém, seguirá em observação nos próximos dias.

Quando o camisa 10 foi substituído, o atacante Antony entrou em seu lugar. Esta opção, contudo, não deve estar na cabeça do treinador, já que o atleta do Manchester United atua pelas beiradas. Na substituição, inclusive, Rodrygo foi deslocado para o meio para fazer a função de meia.

O jogador do Real Madrid, que normalmente joga pelas pontas, sabe fazer a função pelo meio. Nos treinos em Turim, em um dos treinos que Tite esboçou a escalação, o comandante do time canarinho colocou o Rayo justamente como “reserva” de Neymar. No clube merengue, na ausência de Karim Benzema, Rodrygo também jogou centralizado.

A segunda opção para o técnico Tite é a entrada do volante Fred. Nesta configuração, Lucas Paquetá jogaria mais adiantado, na função de Neymar, atuando mais perto do gol. Fred, aliás, era cotado para começar a partida. O jogador do Manchester United brigava com Vini Jr pela titularidade.

Tite, entretanto, apostou numa equipe mais ofensiva e escolheu o camisa 20 do Real Madrid. A aposta foi justificada, já que Vini participou dos dois gols de Richarlison. No primeiro, o atacante finalizou para o Pombo pegar o rebote. Já no segundo, o ex-Flamengo deu linda assistência de trivela para o camisa 9 marcar de voleio.

A terceira e última alternativa de Tite, e também a mais improvável, é a escalação de Everton Ribeiro. O jogador de 33 anos voltou a ser chamado por Tite após grande reta final de temporada no Flamengo e pode jogar pelo meio.

O jogador rubro-negro terminou o ano em alta com os títulos da Copa do Brasil e da Libertadores, onde foi destaque nas finais das duas competições, mas está atrás na corrida com os companheiros. Na Data Fifa de setembro, o camisa 22 entrou em campo no amistoso contra Gana, no segundo tempo, mas não saiu do banco contra a Tunísia.



Fonte: Lance/ ISTOÉ

Nenhum comentário