Últimas do Mix

Lidar com pressão deve ser natural para o Brasil, diz Tite no Catar

Foto: REUTERS/Suhaib Salem
O Brasil não tem problemas em ser o favorito para vencer a Copa do Mundo e lidar com a pressão deve ser natural para seus jogadores, disse o técnico Tite nesta quarta-feira.

"A pressão é natural. O Brasil tem a maior história no futebol e com esse legado sempre vem a pressão", disse Tite em entrevista coletiva antes da estreia no Grupo G da Copa do Mundo contra a Sérvia, na quinta-feira.

"Temos alguns dos jogadores que mais chamam a atenção da mídia no mundo, então encaramos com naturalidade, é nosso sonho ganhar uma Copa do Mundo. A pressão é inevitável."

O Brasil conquistou a Copa do Mundo cinco vezes, um recorde, e Tite disse que não é sua responsabilidade que o Brasil não vença o torneio há 20 anos.

Ele disse que só pode ser responsabilizado pelos últimos quatro anos, seu único ciclo completo desde que o Brasil perdeu para a Bélgica nas quartas de final na Rússia em 2018.

"Na Rússia, tivemos apenas dois anos para consertar o time e eu vim em socorro. Agora é diferente porque tive a oportunidade de montar o time do jeito que eu queria", disse Tite.


"É por isso que meu sentimento hoje é completamente diferente de quatro anos atrás. Não estou tão nervoso porque todo o trabalho foi feito."

Tite não revelou sua seleção de equipe.

Sua experiência como técnico defensivo significa que há muita especulação sobre suas escolhas para a partida contra a Sérvia, com o maior ponto de interrogação em torno de Vinicius Jr.

O jogador de 22 anos marcou o gol da vitória do Real Madrid na final da Liga dos Campeões contra o Liverpool e terminou em oitavo na Bola de Ouro no mês passado, elevando-o ao nível de classe mundial em sua quinta temporada com o time da La Liga.

No entanto, apenas os jogadores sabem se ele garantirá uma vaga entre os onze titulares contra a Sérvia, com Tite não revelando se colocará Fred ao lado de seu companheiro de Manchester United, Casemiro, para fortalecer o meio-campo ou liberar Vinicius na frente ao lado de Neymar, Richarlison e Raphinha .

"Temos três modelos e vamos nos adaptando de acordo com cada adversário que enfrentarmos. Todos os jogadores sabem disso e estão atentos", disse Tite.

“Eu como treinador, preciso ter a capacidade de potencializar as melhores características de cada jogador.

"Vinicius é um dos jogadores de ponta que se destacou jogando no mais alto nível em seus clubes. Foram eles que se convocaram. Agora é meu trabalho encaixá-los no meu esquema."

*Reuters

Nenhum comentário