Últimas do Mix

Lula pretende cobrar apoio de líderes evangélicos e responsabilizar igrejas por mortes na ausência de apoio à vacina

Foto: Miguel Schincariol/AFP
O presidente eleito, Luiz Inácio Lula da Silva (PT), disse nesta quinta-feira (24/11) a representantes da área da saúde da sua equipe de transição que o governo precisa convencer a população sobre a eficácia das vacinas. Ele afirmou que vai cobrar de lideranças evangélicas apoio às campanhas de vacinação e que pode responsabilizar as igrejas por mortes.

Na mesma reunião, o presidente recém-eleito disse que os primeiros 100 dias de seu governo terão como foco a recuperação do PNI (Programa Nacional de Imunizações), o aumento da cobertura vacinal e a restauração da confiança da população no combate às fake news sobre o tema.

Tal discurso aconteceu em reunião fechada da equipe de saúde do governo de transição com representantes de várias áreas da saúde. O encontro se deu em formato híbrido e teve a participação de Lula por videoconferência.

Nenhum comentário