Últimas do Mix

Prefeitura de Manaus lança documentário sobre jazz com influência de música do beiradão

Foto: Divulgação/Manaus Cult.
A Prefeitura de Manaus lançou, nesta terça-feira, 23/11, Dia do Músico, no Museu da Cidade de Manaus (Muma), o Documentário Groove do Beira – Processos Criativos, que mostra a gravação da música criada pelos músicos de jazz contemporâneo, Miquéias Pinheiro & Banda. O projeto foi patrocinado pelo programa “Memória Reencontrada”, do Conselho Municipal de Cultura (Concultura) e Fundação Municipal de Cultura, Turismo e Eventos (Manauscult). O documentário tem duração de 16 minutos e 58 segundos, e pode ser assistido no link: https: Acesse aqui.

O diretor-presidente da Manauscult, Alonso Oliveira, ressaltou o trabalho de resgate que esse projeto tem feito com os vários segmentos artísticos, e a força do setor musical na indústria cultural que registra mais de 600 mil artistas no país.

“O programa ‘Memória Reencontrada’ cumpre o papel da Prefeitura de Manaus de, como poder público, reconhecer e promover artistas locais e suas obras na formação cultural de nossa população”, conclui Alonso Oliveira.

Sobre a importância da obra e o resgate de ritmos e melodias que marcam a cultura do povo amazônida, comenta o presidente do Concultura, Tenório Telles: “São ritmos que animaram e ainda estão presentes no caldeirão cultural de nossa gente, em especial, os ribeirinhos no seu cotidiano e nas festas tradicionais”. Ele lembra que o programa “Memória Reencontrada” tem produzido obras nos mais variados campos da cultura amazonense.O músico Miquéias Pinheiro & Banda fizeram um pocket show no lançamento com músicas compostas com influência regional. A música “Groove do Beira” é uma composição de Gilson Souza e arranjo de Miqueias Pinheiro.

O artista explica que groove é uma palavra em inglês usada bastante no meio musical, e significa encaixar, por isso muitos músicos usam esse termo ao criarem algum arranjo. “Por exemplo, baixo e bateria são instrumentos distintos, porém, têm que estar em perfeita ordem”, disse.

Quanto ao termo Beira, vem de beiradão, ritmo tocado na região Norte. Juntando essas duas palavras ficou Groove do Beira, que na prática é a fusão do jazz com a música regional, arranjos modernos em cima de uma melodia regional. “O Estilo principal e o Jazz Contemporâneo. As referências do beiradão com Teixeira de Manaus e Cordão do Marambaia”, conta Pinheiro.

A banda é composta pelos músicos, Miquéias Pinheiro – baixo elétrico, Giovani Oliveira – saxofone, Júlio Feitosa – piano, Aldenor Honorato – guitarra, e Anderson Cerdeira – bateria.

Nenhum comentário