Últimas do Mix

Vídeo: Tio é preso por estuprar sobrinha durante três anos em Manaus

Foto: Reprodução
Um homem de 32 anos, que não teve a identidade divulgada, foi preso na manhã desta quinta-feira (15), em Manaus, acusado de cometer o crime de estupro de vulnerável contra a própria sobrinha, que na época dos crimes, foi abusada dos 10 aos 13 anos de idade.

Segundo investigações realizadas feitas pela Delegacia Especializada em Proteção à Criança e ao Adolescente (Depca), os crimes aconteceram entre os anos de 2014 e 2017, e que o suspeito chegou a ser preso em 2017 , após a vítima denunciar os abusos, mas ganhou direito de responder em liberdade pelo crime.

A delegada Joyce Coelho, titular da Depca, afirmou que o homem foi preso por mandado de prisão em razão de sentença condenatória, no bairro Lago Azul, zona Norte da cidade e que a ordem judicial foi expedida no dia 1 de agosto deste ano, pela 2a Vara Especializada em Crimes Contra Dignidade Sexual de Crianças e Adolescentes.
“O homem foi condenado a 14 anos de reclusão pelo crime de estupro de vulnerável, esse fato ocorreu entre os anos de 2014 e 2017, foram três anos. A vítima tinha 10 anos de idade quando os fatos começaram e ela denunciou aos 13 anos de idade”, detalhou a titular.

Ainda conforme a autoridade policial, os atos começaram a acontecer no município de Novo Aripuanã (a 227 quilômetros ao sul de Manaus), época em que toda a família morava na localidade.

“Entretanto em 2014 esse homem abusou da criança, e em 2015 ele veio para Manaus. Em 2017, a vítima também veio para Manaus em busca de estudos e ele era o único familiar. A vítima acreditava que ele tinha mudado e ele repetiu os abusos. Em 31 de outubro de 2017 ela denunciou o tio”, afirmou.

O homem foi preso em flagrante, a prisão foi convertida em preventiva, e posteriormente ele conseguiu revogar essa prisão e estava respondendo em liberdade.

“Agora com sentença condenatória confirmando toda a acusação ele é recolhido para o cumprimento dessa pena de 14 anos de reclusão, logo mais ele irá para audiência de custódia e será recolhido para cumprir a pena", declarou a delegada.

No momento em que o suspeito foi preso, ele estava em casa com a esposa e uma prima da vítima que também possui um processo onde acusa o tio pelo mesmo crime.

“Há também um outro inquérito de abuso sexual contra essa prima, inclusive ele vai ser interrogado por esse processo. Durante a tramitação desse processo ele acabou indo para um endereço incerto, então esse outro inquérito estava parado. Provavelmente será aberto outra condenação por esse outro crime”, finalizou.

Nenhum comentário