Últimas do Mix

Video: Câmera flagra homem ao desarmar atirador que matou 11 na Califórnia

 

Imagem: Reprodução/ Twitter

A câmera de segurança do salão de festas onde 11 pessoas foram mortas a tiros no último fim de semana, no estado americano da Califóirnia, registrou o momento em que um homem enfrentou e desarmou o atirador de 72 anos. As imagens foram divulgadas nas redes sociais pela emissora de TV americana NBC.

O homem, identificado pelo jornal The New York Times como Brandon Tsay, de 26 anos, estava no estabelecimento Lai Lai Ballroom & Studio, em Alhambra, na noite de sábado (21). Ele estava acompanhando os dançarinos quando viu o suspeito apontar uma arma.

"Meu coração gelou, sabia que iria morrer", declarou ao jornal. "Esse momento, ele foi instintivo. Algo aconteceu. Não sei o que me deu", afirmou.

Segundo seu relato, ele se lançou contra o homem, agarrou o cano da arma e começou uma luta pela vida.

Tsay, cujos avós fundaram a casa de festas onde estava, não sabia que o suspeito, identificado pela polícia como Huu Can Tran, havia matado dez pessoas e ferido outras dez minutos antes, em outra casa semelhante, nas proximidades de Monterey Park.

O jovem conta que nunca havia visto uma arma verdadeira na vida, mas que estava claro que o atirador não estava no local para roubar, mas para matar.

"Por sua linguagem corporal, sua expressão facial, seus olhos, ele estava procurando pessoas", disse Tsay ao Times.

Tsay e sua família disseram que as imagens de segurança mostram a luta entre ambos durante cerca de 90 segundos, até ele retirar a arma do suspeito. Imediatamente, ele a apontou para o atirador e gritou: "Vá embora, saia daqui", afirmou.

Horas mais tarde, estava morto; ele atirou contra si dentro de uma van branca em Torrance, vários quilômetros ao sul, na tarde de domingo, quando agentes estavam prestes a prendê-lo.

O motivo do ataque ainda é desconhecido, segundo a polícia.

Os policiais acreditam que o atirador tinha a intenção de realizar um massacre similar em Alhambra e disseram que aqueles que o desarmaram salvaram vidas.

O xerife do condado de Los Angeles, Robert Luna, informou que duas pessoas desarmaram o suspeito em Alhambra, mas Tsay e sua família, que administram a casa de festas, afirmaram que o vídeo mostra que ele lutou com o assassino sozinho.


Fonte: AFP

Nenhum comentário