Últimas do Mix

Olimpíadas 2020: Brasil estreia com vitória no vôlei feminino

Foto: Toru Hanai/Getty Images
Brasil passou fácil pela Coreia do Sul na estreia do vôlei feminino: 3 sets a 0
A seleção brasileira feminina de vôlei estreou com vitória, neste domingo (25), nas Olimpíadas de 2020. Com facilidade, o conjunto treinado por José Roberto Guimarães fez 3 a 0 – parciais de 25x11, 25x22 e 25x19 – contra a Coreia do Sul.

Fê Garay e Gabi foram os grandes destaques do jogo, com 17 e 14 pontos, respectivamente. Quem também jogou bem foi Rosamaria, que saiu do banco e ajudou o Brasil a reagir nos momentos mais difíceis no segundo e terceiro sets, assim como Carol Gattaz, apareceu e fez a diferença no bloqueio no final da partida.

Com o resultado, o Brasil larga bem na competição e conquista os primeiros pontos. A seleção feminina de vôlei está no grupo A da competição, ao lado de República Dominicana, Japão, Quênia e Sérvia. O próximo confronto é com as dominicanas, na terça-feira (27), às 7h40 (horário de Brasília).

Vale lembrar que na última edição dos Jogos Olímpicos, no Rio, a seleção feminina não defendeu a medalha de ouro conquistada nos Jogos de Londres, em 2012, já que caiu precocemente, nas quartas de final. Agora, a equipe quer escrever uma nova história, em busca de mais um pódio.

Primeiros passos na competição
Na estreia em Tóquio, o Brasil foi à quadra com: Carol Gattaz, Gabi, Macris, Tandara, Carol, Fê Garay e Camila Brait.

O primeiro set foi um verdadeiro passeio. Depois de a Coreia abrir 2 a 0, a seleção feminina virou o placar e deslanchou no marcador, abrindo até 15 pontos e encaminhando com muita tranquilidade a primeira parcial. No final, as coreanas ainda conseguiram uma sequência de pontos, mas já não era mais possível a virada. Fê Garay liderou o time, com nove pontos.

No segundo set, o Brasil se desconcentrou, enquanto a Coreia voltou melhor para quadra. Com isso, a parcial ficou mais equilibrada. Zé Roberto pediu mais atenção no bloqueio e as meninas corresponderam.

Na metade do set, a seleção feminina recuperou o ritmo e voltou a abrir vantagem confortável, mostrando grande volume de jogo e ótima atuação coletiva. No final, entretanto, o Brasil voltou a oscilar e as coreanas reagiram, empatando em 22 a 22. A seleção precisou se impor nos últimos pontos para fechar o segundo com Rosamaria.

Já o terceiro set começou complicado para o Brasil. A Coreia subiu muito de produção, enquanto a seleção brasileira cometia mais erros. A equipe asiática aproveitou para abrir sua maior vantagem no jogo, obrigando Zé Roberto a mudar.

Com Roberta e Rosamaria em quadra novamente, a seleção feminina conseguiu buscar o empate, equilibrar a partida e voltar à liderança do placar. Depois disso, tomou conta do jogo novamente, abriu vantagem com Carol Gattaz muito bem no bloqueio e Gabi, no ataque, confirmando a vitória no segundo match point.

*Com informações do Olimpíadas Todo Dia

Nenhum comentário