Últimas do Mix

Presidente da Coreia do Sul sugere banir consumo de carne de cachorro

Getty images

O presidente sul-coreano, Moon Jae-in, sugeriu, nesta segunda-feira (27/9), banir o consumo de carne de cachorro no país. A prática é comum na nação asiática, mas não é bem recebida pela comunidade internacional.

“Não chegou a hora de considerar, de forma prudente, a proibição do consumo de carne de cachorro?”, perguntou Moon ao primeiro-ministro, Kim Boo-kyum, segundo um porta-voz do governo.

Segundo o jornal The Guardian, por ano, 1 milhão de cachorros são consumidos na Coreia do Sul. No entanto, a tradição se tornou um tabu entre os mais jovens. Ativistas pelos direitos animais colocam cada vez mais pressão sobre o governo para criminalizar a prática.

Moon, inclusive, levou vários cachorros para a casa presidencial. Durante sua campanha, uma das promessas feitas foi a adoção de um cachorro, o Tory.

As atuais leis de proteção aos animais sul-coreanas buscam impedir que gatos e cachorros sejam abatidos cruelmente, mas não banem o consumo em si.




Fonte: Metrópoles

Nenhum comentário