Últimas do Mix

Garoto tem infecção grave no olho após contrair Covid; mãe desabafa e faz alerta: ‘Parecia que ia explodir’

 

Reprodução METRO

Um garotinho de apenas nove anos de idade acabou passando o Natal no hospital. O morador de Bristol, na Inglaterra, ficou parcialmente cego por causa de um efeito colateral associado ao coronavírus. O pequeno Zac Morey ficou sem enxergar do olho esquerdo menos de uma semana após ter sido diagnosticado para a Covid-19.

O olho da criança ficou bastante inchado e fechou por completo. Os médicos que prestaram atendimento diagnosticaram Zac com celulite orbitária. A condição é uma infecção de pele que alguns especialistas têm relacionado com o coronavírus. O garoto precisou tomar soro intravenoso e se recuperou completamente. Contudo, os familiares em feito questão de alertar outros pais sobre o sintoma pouco comum.

Ângela que é vereadora e mãe do pequeno, relembrou o momento difícil: “O olho dele parecia que ia explodir. Não havia como ele abrir sem puxar a pele. Estava inchado além de tudo que eu já vi“. A condição desenvolvida pela criança no olho teve início após ele ter testado positivo para o coronavírus, juntamente com os quatro irmãos e a mãe.

O pequeno paciente apresentou sintomas parecidos com o de um resfriado e ficou o período isolado brincando com o computador em casa. No entanto, no dia 22 de dezembro, ele começou a sentir uma forte dor no olho esquerdo. A mãe imaginou que o problema seria por causa do tempo jogando, mas como o filho não estava bem, resolveu levar o menino ao hospital na véspera de Natal.

A criança precisou fazer uso de antibiótico no hospital. A mãe ainda ressaltou que os médicos disseram que o filho poderia ficar cego se a infecção penetrasse muito no olho. Segundo os profissionais que prestaram atendimento ao menino, ele sofreu uma reação alérgica ao vírus que afeta os pequenos. Zac teve alta depois de ser submetido a um exame oftalmológico que confirmou que a visão estava totalmente recuperada.




Fonte: 1 news

Nenhum comentário