Últimas do Mix

Governo volta a fazer exclusões do CadÚnico a partir de 2023

 

Reprodução

Milhões de famílias inscritas no Cadastro Único (CadÚnico) precisam ficar atentas aos novos prazos estabelecidos pelo governo federal. A partir do próximo ano, o Ministério da Cidadania vai retomar os processo de exclusão dos cadastros desatualizados.

Cerca de 8 milhões de famílias que não realizaram a averiguação ou a revisão cadastral correm o risco de ter benefícios bloqueados e até suspensos. A exclusão de quem não se atualizou começa em julho de 2023.

Para os casos de averiguação cadastral, o prazo para atualizar os dados foi prorrogado até 12 de agosto de 2022. Já quem está na situação de revisão cadastral deve ficar em dia até 14 de outubro deste ano.

Esses processos são necessários quando o responsável pela família fica mais de dois anos sem confirmar as informações fornecidas, ou quando o governo encontra inconsistências entre o que foi informado e outras bases de dados.

Consultar situação do CadÚnico

A pasta da Cidadania convoca os cidadãos que precisam realizar o procedimento por meio de diversos canais, mas é possível fazer a consulta da situação via telefone, internet ou até pessoalmente. Veja como:

  • Site do Cadastro Único: preencha os campos obrigatórios e toque em “Emitir”;
  • Telefone 0800 707 2003: aperte a opção 5;
  • Aplicativo Meu CadÚnico: informe os dados cadastrais nos campo indicados;
  • Centros de Referência em Assistência Social (CRAS).

A atualização dos dados é feita nos CRAS dos municípios e nos postos de atendimento do Cadastro Único. No caso do cidadão que deseja participar de programas sociais, é necessário comparecer aos mesmos locais e apresentar documentos pessoais.


R7*

Nenhum comentário