Últimas do Mix

Prefeitura anuncia redução de vítimas em acidentes envolvendo motos no Dia do Motociclista

Foto: Armoudo Andrade / IMMU

Em homenagem ao Dia do Motociclista, comemorado nesta quarta-feira, 27/7, a Prefeitura de Manaus, por meio do Instituto Municipal de Mobilidade Urbana (IMMU), promoveu uma ação educativa voltada aos condutores de motocicletas e apresentou dados que afirmam a redução de 25% das vítimas fatais entre os motociclistas. De janeiro a julho deste ano, foram registradas 16 vítimas fatais a menos do que no mesmo período no ano passado.


“No ano passado, comparado ao período atual, tivemos uma redução de 25% de vítimas fatais envolvendo motocicletas. Isto significa que 16 pessoas a menos faleceram no primeiro semestre, ou seja, 16 vidas foram salvas. É um trabalho de verificar as condições das motocicletas, orientar o condutor e fazer a fiscalização. Em muitos casos, as pessoas pensam que o agente de trânsito só faz a fiscalização para multar, mas não é nada disto: a fiscalização também educa, muda o comportamento das pessoas, condiciona o condutor a não fazer o errado e não fazer o errado é também salvar vidas”, explicou o diretor-presidente do IMMU, Paulo Henrique Martins.

 

A ação educativa realizada pelo setor de educação do IMMU, com apoio do Batalhão de Trânsito da Polícia Militar (BPTran), além da equipe de educação da fábrica Yamaha Motor da Amazônia, contou com um “pit stop” voltado aos condutores de motos na avenida Cosme Ferreira, no bairro Coroado, zona Leste de Manaus.

 

Para o diretor de Engenharia do IMMU, Uarodi Guedes, a iniciativa é uma forma de coibir acidentes na cidade e homenagear os condutores. “Estamos com algumas ações voltadas aos motociclistas, inclusive, a implantação de áreas de espera para motos e bicicletas que foi feita na avenida Djalma Batista e, em breve, será implantada em outras vias de Manaus. Estas áreas visam a segurança deste público, que são mais vulneráveis no trânsito”, afirmou Guedes.

 

A gerente pós-venda do Grupo TV Lar, Bruna Rosa, também participou da ação, em parceria com o IMMU. Ela disse que a ação é importante para conscientizar o motociclista sobre a segurança no trânsito. “Ao parar na blitz educativa, o motociclista é orientado sobre como ‘fugir’ do ponto cego, uso adequado dos equipamentos de segurança, tudo para termos um trânsito melhor. Eles ficam bem admirados com a orientação e entendem os riscos que estão correndo quando não seguem as orientações”, garantiu.

 

O mototaxista Luan Gil da Silva, 27, elogiou a iniciativa. “Eu já sabia que havia estes pontos cegos, mas visualizar na prática foi incrível, porque a gente tem que atentar mesmo a evitar estes locais quando transita perto de outro veículo”, frisou.

Nenhum comentário