Últimas do Mix

Em reunião com jovens, Ricardo Nicolau 77 anuncia políticas para gerar empregos, empreendedorismo e mais escolas de tempo integral

 


O candidato a governador destacou que as escolas do Amazonas terão mais tecnologia voltada para o conhecimento.

O candidato ao governo do Amazonas pela coligação ‘Nós, o Povo’ (Solidariedade/PSB), Ricardo Nicolau 77, disse que a educação aliada à tecnologia e uma política séria de geração de empregos e incentivo ao empreendedorismo para os jovens serão prioridades em seu governo. O anúncio ocorreu neste fim de semana durante reunião com jovens no bairro Flores, zona centro-sul de Manaus.

“Muitos dos jovens que estão aqui estão em busca da sua primeira chance no mercado de trabalho. Vamos fazer uma política de qualificação deles ampliando as vagas no Cetam (Centro de Educação Tecnológica do Amazonas) e dando condições para que as empresas possam dar a oportunidade para quem está começando a vida profissional”, afirmou o candidato, ao lado de sua vice na chapa, professora Cristiane Balieiro (PSB) e do candidato a deputado estadual e presidente estadual do Solidariedade, Bosco Saraiva. 

Durante o bate-papo, Ricardo Nicolau disse que vai garantir acesso a linhas de financiamento, via Agência de Fomento do Estado do Amazonas (Afeam), para que os jovens possam ter a chance de empreender. Além disso, o governo vai promover a inserção no mercado digital.

“Para os jovens, teremos as novas profissões do mundo digital. Cursos como gerência de nuvem, análise de dados e design de interfaces, desenvolvedores de aplicativos, entre outros, trarão renda para jovens conectados em todo o estado”, enfatizou. 

Educação para mudar o Amazonas

Ricardo Nicolau firmou compromissos para tornar a educação pública do Amazonas uma das melhores do país com o aumento do número de escolas de tempo integral. O candidato afirmou que vai tornar mais eficiente a gestão do orçamento financeiro da área e se comprometeu a efetuar a data-base dos professores.

“As escolas do Amazonas estão no século passado. Hoje, já existem tecnologias como lousas digitais e programas pedagógicos que possam fazer com que nossos estudantes melhorem seu desempenho. O governo é obrigado a investir 25% do orçamento em educação. Cada aluno da escola pública gera R$ 9 mil em despesas, que é quase o mesmo valor na escola particular. Então, há recursos, mas falta gestão e vontade política para melhorar a qualidade da educação. No nosso governo vamos valorizar todos os profissionais da educação”, assegurou.

A candidata a vice-governadora e professora da rede estadual de ensino, Cristiane Baileiro reforçou o compromisso da chapa com a educação como forma de transformação social. 

“Na nossa gestão, vamos lutar por oportunidades para a juventude do nosso estado. Políticas públicas que fomentem o acesso à universidades, gere empregos e crie oportunidades para os jovens empreendedores. Vamos juntos fazer o Amazonas do nosso jeito”, declarou. 

O plano de governo de Ricardo Nicolau e Cristiane Balieiro prevê, ainda, convênio de iniciação tecnológica com as prefeituras. Nas escolas estaduais do ensino médio, a ideia é qualificar os adolescentes e jovens estudantes para o mercado digital com o reforço da rede de satélites da Star Link, do empresário Elon Musk, que vai oferecer internet de banda larga de alta velocidade 5G, em toda a Amazônia.

Para o ensino superior, Ricardo Nicolau planeja implantar novos cursos na Universidade do Estado do Amazonas (UEA), propondo acordos de cooperação com a Universidade Federal do Amazonas (Ufam) e com o Instituto Nacional de Pesquisas da Amazônia (Inpa).

Nenhum comentário