Últimas do Mix

Vídeo: Jogadoras são avisadas de morte de colega após partida e ficam em choque

Foto: Reprodução / Associação Female Futsal/Unochapecó Facebook

O final da partida de futsal feminino entre Taboão Magnus e Female Unochapecó na noite desta sexta-feira, 19, em Chapecó (SC) teve muita comoção das atletas de ambas as equipes.

O motivo foi a descoberta por parte das jogadoras logo após o duelo, ainda em quadra, da morte de Pietra Medeiros, atleta do Taboão, que lutava contra uma hepatite autoimune.

Na transmissão da partida é possível ver que a atleta Gi Portes, do Female, concedia entrevista após o fim do jogo quando gritos das outras atletas podem ser ouvidos ao fundo. Ao saber que se tratava da morte da colega da equipe adversária, Portes não consegue prosseguir falando.

Pietra Medeiros, de 20 anos, era atleta do Taboão Magnus e foi diagnosticada com hepatite autoimune, ela estava internada e chegou a realizar um transplante de fígado, mas não resistiu e morreu no fim da tarde desta sexta-feira. (Veja o momento que as jogadoras descobrem a morte da colega abaixo aos 1:54:21)

Considerada uma revelação da categoria, Pietra Medeiros foi campeã da Libertadores feminina de 2022 com a equipe, que publicou uma homenagem a atleta.

"É com muito pesar que comunicamos o falecimento da nossa atleta Pietra. Agradecemos a todos que se uniram nesse últimos dias desafiador e oraram por ela. Desejamos muito força a todos os famíliares e a nosso grupo.A foto vai colorida e com esse sorrisão lindo", diz a mensagem publicada em seu perfil nas redes sociais.

Fonte: Terra

Nenhum comentário