Últimas do Mix

Chevrolet oficializa Monza com novo visual e versão híbrida

 

Foto: divulgação

Depois do vazamento das primeiras imagens em meados do mês passado, a Chevrolet oficializa nesta semana na China o lançamento do Monza 2023. À venda no mercado local desde o final de 2018, o sedã ganha novidades dentro da chamada reestilização de meia-vida e se alinha às diretrizes da nova filosofia estética da marca. O facelift também agrega novas tecnologias, com destaque para a chegada de inédita versão híbrida.

Do ponto de vista estético, o Monza 2023 ganha faróis mais estreitos e com novo arranjo interno de iluminação, além de grade remodelada e inspirada em lançamentos recentes - principalmente no SUV-cupê Seeker. A grelha interna segue preta, em contraste com a pintura da carroceria, mas passa a ser contornada por novos filetes. Mudanças também no para-choque, que ganhou novos moldes e ficou mais integrado ao conjunto.

A traseira praticamente não recebeu alterações e segue com lanternas divididas pela tampa do porta-malas. As laterais ganharam rodas e calotas com novo desenho, variando conforme cada versão. Em termos dimensionais, o Monza 2023 mede 4,65 metros de comprimento (ganho de 26 mm sobre o modelo anterior, em razão do novo para-choque), 1,79 metro de largura, 1,46 metro de altura e 2,64 metros de distância entre-eixos.

Por dentro, a reestilização também trouxe importantes novidades. O painel foi completamente redesenhado e evoluiu bastante em qualidade e ergonomia. Conta agora com quadro de instrumentos totalmente digital e integrado com a central multimídia posicionada logo ao lado. Há ainda console central mais elevado, novas saídas de ar e volante inédito (semelhante ao usado no Tracker e Onix).

Divulgação

Sob o capô, as versões de entrada contam com motor 1.5 aspirado de 114 cv de potência e 14,3 kgfm de força. Já a topo de gama tem propulsor 1.3 turbo com 163 cv e 23,4 kgfm, associado a um sistema híbrido-leve de 48 volts. O câmbio é sempre automatizado de 6 marchas e dupla embreagem. Números de consumo não foram revelados por enquanto.

Na China, o Monza 2023 custa entre 94.900 yuan e 108.900 yuan, algo em torno de R$ 70.190 e R$ 80.550 numa conversão direta. Os principais concorrentes no mercado local são Ford Escort, Honda Crider e Volkswagen Bora.

E no Brasil?

O Monza 2023 não será lançado no mercado brasileiro, mas o facelit desde já dá o tom de novidades importantes que chegarão por aqui. É o caso da reestilização do Onix, que certamente seguirá pelo mesmo caminho na dianteira. O mesmo vale para o interior, com telas digitais ladeadas no mesmo esquema que será adotado aqui na nova geração da Montana.


Fonte: Motor 1

Nenhum comentário