Últimas do Mix

Pediatra é preso em flagrante por abusar de paciente durante consulta

 

Imagem ilustrativa - Reprodução Notícias CG

Segundo a vítima, uma jovem de 19 anos, o médico passou a mão nos seios dela e ficou insistindo para que eles se encontrassem fora do consultório.

Um médico de 60 anos foi preso por importunação sexual nesta terça-feira (1) em São Mateus, no Norte do Espírito Santo. A prisão aconteceu depois da denúncia de uma paciente que relatou ter sido abusada em uma consulta. As informações são do G1/ES.

A vítima, uma jovem de 19 anos, disse que achou um pouco estranho o comportamento do médico Djanilson Mazioelle Chagas, durante a consulta e assim que saiu do consultório procurou a policia para fazer a denúncia.

“Ele pediu para levantar e ir do lado dele. Quando ele ia ouvir meu coração, eu não achei estranho, mas achei estranho que depois ele encostou nos meus seios. Depois ele me pediu para virar e encostou na minha bunda e me pediu para abaixar a calça e ele chegou a pegar na minha calcinha […] Meu telefone começou a tocar e ele disse ‘não fala nada para o seu namorado do que está acontecendo aqui não”, relatou a vítima.A consulta foi em uma Unidade de Pronto Atendimento da cidade. A jovem contou que procurou atendimento médico porque sentia dores no estômago e na cabeça.

Ela disse que ficou no consultório apenas durante seis minutos, mas que foi tempo suficiente para que o homem tentasse marcar um encontro com ela fora da unidade.

“Ele falou bem assim pra mim poder ver ele, eu falei que eu não queria ver médico tão cedo e ele falou que não era nesse sentido. Ele me informou que era pediatra e tinha falado pra mim onde ele iria estar. Ele falou que faria o que eu quisesse. Disse que eu era uma gracinha, que queria me encontrar no outro dia”, contou a jovem.A vítima relatou ainda que Djanilson teria pedido fotos dela e que ele segurou e alisou a mão dela e continuava insistindo para que ela aceitasse se encontrar com ele fora do hospital.

A jovem disse que assim que acabou a consulta ela ligou chorando para um amigo para pedir ajuda.

“Ela tava chorando, contando que tinha ido no hospital pegar um atestado médico porque ela não tava se sentindo bem e ela ficou lá, aguardando, e na hora que ela foi atendida o médico assediou ela”, disse o amigo.Djanilson foi detido e conduzido à 18ª Delegacia Regional de São Mateus, onde, segundo a Polícia Civil, foi autuado em flagrante por importunação sexual.

” Eu achei todo o atendimento muito estranho. Fiquei muito chateada quando percebi o que estava acontecendo. A gente nunca espera, a gente tá numa situação indefesa ali, a gente precisa ali de um apoio médico mesmo e acontece uma coisa dessas. Eu já passei por isso antes, e agora de novo, no hospital ainda, onde você está em um estado fragilizado”, desabafou a vítima.O Secretário de Saúde de São Mateus disse que o médico presta serviço de plantão e que sempre apresentou comportamento compatível com a profissão. O médico que também é pediatra foi preso em flagrante no local de trabalho.

A Secretaria de Estado da Justiça informou que o médico foi levado para o Centro de Detenção Provisória de São Mateus.





Fa Notícias*

Nenhum comentário