Últimas do Mix

Com apoio da Prefeitura de Manaus, equipe amazonense estreia e garante permanência na Série Ouro do Brasileiro de Vôlei Sentado

Fotos – Divulgação / Fundação Manaus Esporte
O programa “Manaus Olímpica” já começa a render seus primeiros frutos no paradesporto. Contemplado pela Prefeitura de Manaus com passagens aéreas, por meio da Fundação Manaus Esporte (FME), o Adefa/Estrela do Norte competiu pela primeira vez na Série Ouro do Campeonato Brasileiro masculino de voleibol sentado, e voltou para casa com a permanência na elite assegurada para 2023.

O torneio aconteceu de 4 a 11/12, no Centro de Treinamentos do Comitê Paralímpico Brasileiro (CPB), em São Paulo, e terminou com a conquista do Sesi-SP, campeão pelo quinto ano consecutivo. Grande vencedor da Série Prata B em setembro, o Estrela do Norte alcançou o direito de estrear na elite e foi até a fase de quartas de final.

As nove principais equipes do Brasil participaram da Série Ouro de 2022. Além das sete remanescentes de 2021, o vice-campeão Paulistano se classificou vindo da divisão inferior, ao lado do selecionado amazonense. O torneio foi dividido em duas chaves (A e B), em turno único. Classificaram-se os oito primeiros para as quartas de finais.

Ter um representante no mais alto escalão do vôlei sentado brasileiro é motivo de orgulho para o diretor-presidente da FME, Aurilex Moreira. Os primeiros investimentos do “Manaus Olímpica” foram voltados à modalidade, além do basquete sub-18.

“Inauguramos o projeto contemplando atletas do paradesporto. É uma satisfação para nós da Fundação Manaus Esporte estar contribuindo com o esporte em vários âmbitos, cumprindo determinação do nosso prefeito David Almeida. O apoio ao esporte é incondicional, seja ele educacional ou de rendimento”, destacou.

A chefe da delegação amazonense em São Paulo, Wivianne Ferreira, fez um balanço da participação da equipe na competição. Apesar do título não ter vindo para Manaus, a experiência pode acelerar cada vez mais a evolução do esporte paralímpico local, que tem recebido o investimento do Executivo municipal.

“Participar da Série Ouro foi uma vivência inesquecível para o vôlei sentado do Amazonas. Foram dez dias entre os melhores do país na modalidade. Fizemos uma competição acirrada, nossos jogos foram bem competitivos, chegamos às quartas de final. Todo nosso reconhecimento a cada atleta, membro da comissão técnica, torcida”.

A temporada de 2022 foi inesquecível para o Estrela do Norte. A conquista da Série Prata elevou o nível da equipe, que passou a disputar no mesmo patamar dos melhores selecionados do Brasil. Wivianne estendeu os agradecimentos e exaltou a iniciativa do programa “Manaus Olímpica”, que pretende alcançar ainda mais projetos e atletas.

“Encerramos essa temporada com saldo superpositivo, com um título brasileiro da Série Prata, um acesso à elite e a permanência. Penso que nada disso seria possível sem o apoio da Prefeitura de Manaus. Gostaria de agradecer ao prefeito David Almeida, que nos ajudou através da Fundação Manaus Esporte. Ao diretor-presidente Aurilex Moreira, que através do programa ‘Manaus Olímpica’ nos contemplou com as passagens aéreas. Desejamos um 2023 ainda mais competitivo, com mais medalhas e conquistas para o Amazonas”, disse.

Nenhum comentário