Últimas do Mix

Jovem dá socos em crocodilo e salva amiga de ataque

 

Amelie Osborn-Smith - Reprodução

Uma mochileira britânica foi atacada por um  crocodilo no Rio Zambeze e acabou salva por um amigo, que deu socos no réptil, quando ele já fazia a vítima girar sob a água — um movimento tradicional que a espécie faz com suas presas a fim de subjugá-las.

Amelie Osborn-Smith, de 18 anos, estava em uma parada do rafting perto das famosas Cataratas Vitória, na Zâmbia, quando foi terrivelmente atacada.

A jovem estudante, que desfruta de um ano sabático, estava nadando com o amigo quando o animal de 3 metros de comprimento prendeu suas poderosas mandíbulas em uma das suas pernas e a puxou para um aterrorizante "giro mortal". Amelie não resistiria muito tempo debaixo da água. Foi quando o amigo desferiu golpes potentes que fizeram a mochileira se libertar dos dentes afiados do crocodilo.

"Então outros entraram para ajudar. Foi um caos. Havia sangue e pessoas se debatendo por toda parte. Ela tem sorte de estar viva", disse ao " Sun " uma testemunha do ataque.

Amelie foi levada de helicóptero a um hospital em Lusaka, capital do país, onde passou por cirurgias. Brent Osborn-Smith, de 60 anos, o pai da vítima, disse que a britânica se encontra em estado estável. Segundo ele, a filha se sentiu segura para nadar após ser informada por guias que a área era segura.

"Graças à intervenção de outros, ela sobreviveu e está recebendo cuidados apropriados. É um grande choque para a família", disse a baronesa alemã Veronika von Pfetten-Arnbach, a mãe da jovem.

Vários turistas morreram e outros acabaram mutilados após ser atacados por crocodilos nas águas infestadas do Rio Zambeze.

Três anos atrás, uma noiva, que estava na mesma área, perdeu um braço quando um enorme crocodilo de 5 metros de comprimento a atacou apenas cinco dias antes do seu casamento. Incrivelmente, a ex-tenista zimbabuense Zanele Ndlovu saiu da cirurgia e foi em frente com seu casamento com o britânico Jamie Fox. Em outro episódio, um barco com turistas britânicos acompanhou a cena de um imenso crocodilo comendo o que parecia ser um animal de grande porte. Era um homem.

Outras vítimas incluem moradores de regiões próximas que usam o rio como fonte de água. Uma delas, uma criança de 11 anos perdeu a vida ao buscar água para a família no Zambeze.





Agência O Globo*

Nenhum comentário